Thiaguinho vibra com representatividade da conquista de Rebeca e cita emoção com amigos atletas competindo

·1 minuto de leitura

Mesmo em meio aos compromissos do lançamento do seu próximo álbum "Infinito vol.2", Thiaguinho acompanha com afinco as transmissãoes da Olímpiada de Tóquio pela televisão. Antes da coletiva de imprensa, por exemplo, o cantor estava vibrando (e muito, como disse) com a medalha de prata da ginasta Rebeca Andrade.

— Parabenizo a medalha de prata de Rebeca Andrade, e também a Daiane dos Santos que emocionou a todos ao falar dos desafios da mulher negra. Ela fez muito por esse esporte no país. Eu, também, como cantor, sinto a responsabilidade de falar sobre o tema. As pessoas quando me veem, veem um povo Venho do samba, que foi um ritmo perseguido durante muito tempo, e me sinto honrado, por representar com a música um povo que luta muito para ter seu espaço — reflete o pagodeiro.

Filho de professores de Educação Física, o cantor revela ainda que, para além da paixão que veio de família, se emociona ainda mais por ter vários amigos nas competições. Bruninho, levantador da seleção brasileira de vôlei, e Gabriel Medina, do surfe, são alguns deles.

— Quando vejo um amigo meu jogar, a emoção é diferente. Sofro como brasileiro, como torcedor e como amigo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos