Tia diz que Lázaro garantiu não ter agido sozinho em chacina no DF

·2 minuto de leitura
Lázaro teria agido com a ajuda de comparsas - Foto: Reprodução
Lázaro teria agido com a ajuda de comparsas - Foto: Reprodução
  • Tia informou que Lázaro disse ter agido com ajuda de comparsas na chacina de Ceilândia

  • O rapaz, inclusive, negou ser o responsável pela morte da mãe Vidal

  • O criminoso teria divulgado as informações em uma conversa com a própria mãe

Lázaro Barbosa pode não ter agido sozinho na chacina que deu início a uma série de crimes cometidos por ele ao longo dos últimos dias. Pelo menos foi o que garantiu a tia do rapaz de 32 anos à TV Bandeirantes.

A mulher, que não teve a identidade revelada, concedeu uma breve entrevista na qual comentou sobre uma conversa que Lázaro teve com a própria mãe logo após cometer o assassinato de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal. Nela, o criminoso teria garantido que foi ajudado outros comparsas.

Leia também:

“Ele (Lázaro) disse para a mãe que não estava sozinho. E disse para as pessoas das quais entrou na casa depois, vendo pela televisão: ‘Está vendo? Ali não fui eu sozinho, não’”, declarou a mulher.

Segundo a parente, Lázaro teria informado inclusive que a mãe da família Vidal não estava com ele. O corpo de Cleonice Marques de Andrade foi encontrado em 12 de junho, três dias depois do assassinato de seu marido, Cláudio Vidal, e dos dois filhos, Gustavo Vidal e Carlos Eduardo Vidal.

Lázaro já está foragido há 13 dias - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás
Lázaro já está foragido há 13 dias - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás

“Ele (Lázaro) falou que a mulher não estava com ele: ‘Não fui eu quem pegou a mulher, quem pegou foram os outros’. Mas não se referiu a quem”, comentou a tia do criminoso.

Ainda de acordo com a mulher, Lázaro não relatou à mãe o motivo da chacina que vitimou toda uma família. Mas, às pessoas que tiveram as casas invadidas por ele durante a fuga, o criminoso teria se explicado.

“Para a mãe, ele não falou por que fez isso. Mas, em outras casas que entrou, falou que foi porque as pessoas reagiram. Se não tivessem reagido, não tinha acontecido.”

Família assassinada no DF

Na madrugada de quarta-feira (9), o empresário Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, e os filhos dele, Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, e Gustavo Marques Vidal, 21, foram encontrados mortos em uma chácara na região conhecida como Incra 9. A esposa de Vidal, Cleonice Marques, 43, foi sequestrada e seu corpo só foi encontrado na tarde de sábado, em um córrego próximo a Sol Nascente.

Desde então, Lázaro está foragido. São 13 dias espalhando terror pela região do Distrito Federal e de Goiás. O criminoso escapou de ser detido em diversas oportunidades e, no decorrer dos últimos 13 dias, invadiu chácaras, sequestrou pessoas, roubou veículos e feriu policiais e civis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos