Ticketmaster usa preços dinâmicos e ingressos de Bruce Springsteen chegam a US$ 5 mil nos EUA

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Os fãs de Bruce Springsteen estão revoltados com a Ticketmaster, empresa que comercializa os ingressos de shows do artista. Isso porque o site de vendas está usando uma ferramenta de "preços dinâmicos", que funcionam de acordo com oferta e demanda, e há entradas para turnê de 2023 custando entre US$ 4 e US$ 5 mil.

Plateias dispersas, fãs ruidosos e artistas impacientes: por que tanta gente está passando do ponto nos shows?

O sistema tem sido comparado à "tarifa dinâmica" da Uber, mas faz parte da estratégia “ingressos de platina”. Colocados em qualquer lugar de uma arena de shows, da parte da frente ou das fileiras de trás, eles flutuam de preço de acordo com a demanda, chegando a um nível que acredita-se os fãs poderiam pagar, por exemplo, para um cambista, frustrando esse negócio paralelo. De acordo com o site da Ticketmaster, o objetivo é “dar aos fãs mais apaixonados acesso justo e seguro aos ingressos mais procurados, permitindo que os artistas e todos os envolvidos na realização de eventos ao vivo precifiquem os ingressos mais próximos de seu valor justo”.

Uma revista de fãs do artista chama "Backstreets" postou no Twitter uma captura de tela do preço de um assento na noite de abertura da turnê: “Tampa mid-floor por US$ 4.400, alguém?”

Outro fã também reclamou dos preços de Boston: "US$ 5.000. Vergonhoso."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos