TikTok confirma que funcionários da China acessam dados pessoais de usuários dos EUA

TikTok confirma que funcionários da China acessam dados pessoais de usuários dos EUA
TikTok confirma que funcionários da China acessam dados pessoais de usuários dos EUA
  • O TikTok confirmou o acesso a dados de usuários dos EUA sob certas circunstâncias;

  • A controladora da rede social enviou uma carta em respostas a consulta e senadores norte-americanos;

  • Os questionamentos começaram após uma reportagem que vazou aúdios de reuniões da empresa.

O TikTok confirmou em uma carta que seus funcionários da sede na China têm acesso a dados de usuários dos EUA sob certas circunstâncias. O comunicado foi uma resposta a nove consultas de senadores norte-americanos sobre o assunto.

“Funcionários fora dos EUA, incluindo funcionários baseados na China, podem ter acesso aos dados de usuários do TikTok nos EUA sujeitos a uma série de controles robustos de segurança cibernética e protocolos de aprovação de autorização supervisionados por nossa equipe de segurança dos EUA”, escreveu o CEO do TikTok, Shou Zi Chew, no comunicado. carta.

“O TikTok possui um sistema interno de classificação de dados e um processo de aprovação que atribui níveis de acesso com base na classificação dos dados e exige aprovações para acesso a informações de usuários dos EUA”, acrescentou Chew. "O nível de aprovação exigido é baseado na sensibilidade dos dados de acordo com o sistema de classificação."

As preocupações com privacidade e segurança aumentaram depois que o BuzzFeed News informou recentemente, com base no áudio de reuniões internas que obteve, que os funcionários da controladora do TikTok – a

ByteDance – acessaram repetidamente os dados de usuários dos EUA por pelo menos um período de quatro meses e que os funcionários dos EUA não tinham permissão para acessá-lo.

Em uma declaração ao BuzzFeed News para sua reportagem, um porta-voz do TikTok disse: “Sabemos que estamos entre as plataformas mais examinadas do ponto de vista de segurança e pretendemos remover qualquer dúvida sobre a segurança dos dados dos usuários dos EUA”.

No mesmo dia em que o BuzzFeed News publicou sua história, o TikTok anunciou que "100% do tráfego de usuários dos EUA está sendo roteado para o Oracle Cloud Infrastructure", em vez de ser armazenado em seus próprios data centers nos EUA e em Cingapura.

Na carta, Chew escreveu que a reportagem do BuzzFeed News "contém alegações e insinuações que são incorretas e não são apoiadas por fatos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos