TikTok é processado por morte de menina de 10 anos nos EUA

TikTok é processado por morte de menina de 10 anos nos EUA. (Photo by Nikolas Kokovlis/NurPhoto via Getty Images)
TikTok é processado por morte de menina de 10 anos nos EUA. (Photo by Nikolas Kokovlis/NurPhoto via Getty Images)
  • A criança morreu após ter participado do “blackout challenge”;

  • No desafio, os participantes são instigados a prender a respiração até desmaiar;

  • A rede social foi acusada de negligência.

O TikTok foi acusado de negligência após a morte de uma criança de 10 anos que supostamente tentou um desafio que viu no aplicativo. De acordo com o processo de homicídio culposo, Nylah Anderson foi encontrada inconsciente em seu quarto na Pensilvânia (EUA) no dia 7 de dezembro. Ela foi levada para o hospital, mas morreu após cinco dias em terapia intensiva pediátrica.

A mãe de Nylah, Tawainna, afirmou que sua filha tentou o "desafio do apagão", que incentiva as pessoas a prender a respiração ou se asfixiar até desmaiar. Nylah viu um vídeo sobre o desafio na página For You "como resultado do algoritmo do TikTok", disse o processo, de acordo com a rede de notícia NBC News.

“O algoritmo dos réus do TikTok determinou que o desafio do apagão mortal era bem adaptado e provavelmente interessaria a Nylah Anderson, de 10 anos, e ela morreu como resultado”.

"Quero responsabilizar esta empresa", Tawainna disse em entrevista coletiva. "É hora de que esses desafios perigosos cheguem ao fim, que outras famílias não experimentem o desgosto que vivemos todos os dias."

O TikTok disse em um comunicado que o desafio é "perturbador", "que as pessoas parecem aprender de outras fontes além do TikTok. Permanecemos vigilantes em nosso compromisso com a segurança do usuário e imediatamente removeremos o conteúdo relacionado, se encontrado. Nossas mais profundas condolências vão para a família por sua trágica perda.”

As mortes de várias outras crianças foram atribuídas ao desafio. Em abril de 2021, o menino de 12 anos Joshua Haileyesus, morreu depois de ficar 19 dias em coma. A família dele reclamou que ele tentou o desafio. Na Itália ano passado foi temporariamente bloqueado TikTok para usuários que não conseguiram verificar sua idade após a morte de uma garota que supostamente assumiu o desafio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos