TikTok é processado por morte de criança que realizava desafio

Tyumen, Russia - January 21, 2020: TikTok and Facebook application  on screen Apple iPhone XR
Uma garota de 10 anos realizou o “Blackout challenge”, no qual as pessoas são desafiadas a se enforcar com algum item doméstico (Getty Image)
  • TikTok foi acusado de negligência pela família da garota de 10 anos

  • Desafio consistia em se enforcar até desmaiar por alguns segundos

  • Outros menores de idade teriam morrido durante a realização da proposta

Os desafios do TikTok podem parecer inofensivos em um primeiro momento. Realizar dancinhas, fazer brincadeiras e usar roupas da moda são algumas das atividades que ficam em evidência de tempos em tempos.

No entanto, também existem recomendações perigosas no vídeos curtos da plataforma. Em dezembro do ano passado, uma garota de 10 anos realizou o “Blackout challenge”, no qual as pessoas são desafiadas a se enforcar com algum item doméstico até desmaiar por alguns segundos e filmar a reação ao retomar consciência.

Nylah Anderson foi encontrada inconsciente no quarto da casa em que morava, em um subúrbio da Filadélfia nos Estados Unidos. A criança chegou a ficar cinco dias em uma UTI pediátrica, mas não resistiu.

Após o ocorrido, o TikTok foi responsabilizado em uma ação judicial. A família de Nylah acusa a rede social de negligência e de representar um perigo para crianças. Na ação, a plataforma é questionada pelo algoritmo que sugeriu a atividade perigosa para uma criança.

De acordo com a acusação, pelo menos outros quatro menores de idade morreram em decorrência desse desafio, que deixava os participantes sem ar, colocando a vida em risco.

Um porta-voz da empresa foi procurado pelo site Bloomberg, mas afirmou que o TikTok não comenta ações judiciais em curso. Em um outro pronunciamento sobre o caso, a empresa havia dito que “este desafio perturbador” vinha de fontes externas à rede social e que esse tipo de conteúdo é retirado assim que identificado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos