Tikhanovskaya e outras duas opositoras bielorrussas reconhecidas com Prémio Carlos Magno

Svetlana Tikhanovskaia recebeu o Prémio Carlos Magno 2022. Uma das figuras de proa da oposição bielorrussa foi reconhecida juntamente com outras duas opositoras da Bielorrússia, Maria Kolesnikova, que está detida há vários meses e Veronika Tsepkalo.

A Bielorrússia foi, é e sempre será parte da Europa. Embora não sejamos membros da União Europeia, partilhamos os mesmos valores. Partilhamos a nossa história e... sentimos-nos muito próximos da Europa. E agora, quando o a guerra começou as pessoas dizem que preferem a União Europeia à Rússia, porque a União Europeia significa segurança, numa altura em que a Rússia significa desastre.

O parlamento pró-russo em Minsk aprovou uma lei que pune "tentativas de realizar actos terroristas" com a pena de morte, num esforço de intimidar a população.

Não mudou o estado de espírito das pessoas. Acredito que as pessoas precisam ser mais cautelosas. Mas tenho certeza que o Ocidente deve reagir fortemente a esta lei. Pelo menos, propusemos sancionar os membros do parlamento que votaram a favor desta lei.

O prémio alemão reconhece a luta pela democracia e o apoio ativo à unidade europeia. Em 2020, Tikhanovskaya e outros líderes da oposição bielorrussa já tinham recebido o Prémio Sakharov do Parlamento Europeu para a Liberdade de Pensamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos