TikTok busca acalmar senadores norte-americanos sobre segurança de dados dos EUA

TikTok

(Reuters) - O aplicativo chinês TikTok disse a senadores em Washington que está trabalhando em um acordo final com o governo norte-americano que "salvaguardará totalmente os dados dos usuários e os interesses de segurança nacional dos Estados Unidos", de acordo com uma carta vista nesta sexta-feira pela Reuters.

O presidente-executivo do TikTok, Shou Zi Chew, disse aos senadores em uma carta datada de quinta-feira que o aplicativo de vídeo curto estava trabalhando com a Oracle em “novos controles avançados de segurança de dados que esperamos finalizar em um futuro próximo”.

No mês passado, o TikTok disse que concluiu a migração de informações sobre seus usuários dos EUA para servidores da Oracle, mas ainda está usando data centers norte-americanos e de Cingapura para backup.

A carta do TikTok reconheceu que os funcionários baseados na China “podem ter acesso aos dados de usuários do TikTok dos EUA sujeitos a uma série de controles robustos de segurança cibernética e protocolos de aprovação de autorização supervisionados por nossa equipe de segurança sediada nos EUA”.

O TikTok disse que, enquanto continua trabalhando em problemas de dados, espera excluir dados protegidos de usuários dos EUA de seus próprios sistemas e mudar totalmente para servidores em nuvem Oracle localizados nos EUA".

(Por David Shepardson e Echo Wang)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos