TikTok migra dados de usuários dos EUA para servidores Oracle

Por Echo Wang e David Shepardson

NEW YORK/WASHINGTON (Reuters) - O TikTok disse que concluiu a migração de informações sobre seus usuários dos Estados Unidos para servidores da Oracle, medida que pode resolver preocupações de segurança no país.

A medida ocorre quase dois anos após um painel de segurança nacional dos EUA mandar a ByteDance vender o TikTok devido a temores de que os dados de usuários norte-americanos pudessem ser repassados ​​ao governo comunista da China.

O painel ainda tem preocupações sobre a segurança de dados no TikTok que a ByteDance agora espera abordar.

A Casa Branca não fez comentários imediatos, enquanto o Tesouro dos Estados Unidos se recusou a comentar.

A Oracle havia discutido a compra de uma fatia minoritária no TikTok em 2020. A gigante da computação agora armazena em seus servidores todos os dados de usuários do TikTok nos EUA.

A Oracle se recusou a comentar.

O TikTok antes armazenava esses dados em seus próprios data centers no estado da Virgínia, com backup em Cingapura. Esse centros ainda são usados ​​para fazer backup dos dados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos