TikTok terá games, revela jornal britânico

Febre entre adolescentes e jovens, a rede social de vídeos curtos TikTok terá um canal dedicado a games, revelou nesta quinta-feira (dia 27) o jornal britânico "Financial Times". O app terá um botão específico em sua página de abertura para os usuários entrarem no canal de games.

O novo canal deverá ser anunciado no próximo dia 2 de novembro e, segundo fontes a par do projeto, vai exibir anúncios e permitir a compra de conteúdos e funcionalidades adicionais nos jogos. A ByteDance, empresa chinesa que é a dona do TikTok, já desenvolve games próprios e poderá trazer novos títulos de outros estúdios para a rede social.

O TikTok se torna assim mais uma plataforma de vídeo a entrar no mercado de games, um dos mais lucrativos do mundo. A Netflix lançou seu canal de jogos no ano passado, com games mobile inspirados em séries de sucesso, como Stranger Things.

A Douyin, versão do TikTok usada na China, já oferece os chamados games hipercasuais desde 2019. Mas, desde o ano passado, o governo chinês vem endurecendo a regulação para games no país, atrasando a aprovação de novos títulos e impondo restrições sobre quanto tempo crianças podem passar jogando on-line.

Agora, a ByteDance se prepara para lançar games no seu app internacional, o TikTok. Para isso, vem contratando profissionais do setor nos últimos meses em todo o mundo e, neste momento, tem 20 vagas abertas.

No mês passado, e ex-executivo da McKinsey e da Intel Assaf Sagy foi nomeado o novo chefe do TikTok para games globais. Ele trabalhava na empresa desde 2020 e, antes, tinha atuado por três anos no Sanp.

Ao comentar seu novo cargo no LinkedIn, Sagy afirmou:

"TikTok e os games foram feitos um para o outro. O TikTok já mostrou seu valor em ajudar os consumidores a descobrirem o que é divertido, valioso e popular. Estou ansioso em trabalhar com todos os estúdios de games para ajudar o TikTok a se tornar central em suas estratégias de marketing".

O TikTok já tem uma parceria com o famoso estúdio Zynga, criador de títulos como High Heels!, que se tornou muito popular graças a vídeos virais na rede social.

O mercado de games para dispositivos móveis cresce de forma sustentável há anos e, no ano passado, movimentou US$ 104 bilhões. A previsão da consultoria Omdia é que em 2026 a receita do setor chegue a US$ 128 bilhões — mais do que o total arrecadado em games para PC ou consoles.