Tillerson: prioridade dos EUA na Síria é derrotar Estado Islâmico

Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, em entrevista coletiva no Departamento de Estado, em Washington, D.C., em 5 de abril de 2017

A principal prioridade dos Estados Unidos na Síria é derrotar o grupo Estado Islâmico (EI), antes de estabilizar o país - disse neste sábado (8) o secretário de Estado americano, Rex Tillerson.

Derrotar o EI e seu autoproclamado califado eliminaria não apenas uma ameaça para os Estados Unidos, mas para "a estabilidade na região inteira", explicou Tillerson no programa "Face the Nation", da CBS, segundo um trecho antecipado pela emissora.

"É importante que mantenhamos nossas prioridades. E acreditamos em que a primeira prioridade é a derrota do EI", afirma Tillerson, no trecho antecipado do programa que vai ao ar no domingo.

"Uma vez que a ameaça do EI tenha sido reduzida, ou eliminada, acho que poderemos fixar nossa atenção diretamente na estabilização da situação na Síria", acrescentou.

"Estamos com a esperança de que poderemos evitar que a guerra civil continue e levar as partes à mesa de negociações para iniciar o processo de discussões políticas", completa.

O ex-CEO da petroleira ExxonMobil ressaltou que essas conversas devem contar com a participação de representantes do governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, junto com seus aliados russos.

"Temos esperança de que a Rússia vai escolher desempenhar um papel construtivo em apoio ao cessar-fogo, por meio de suas próprias conversas de Astana, mas também, em última instância, em Genebra", acrescenta o secretário de Estado.

Tillerson insistiu em que não está preocupado com possíveis represálias russas, após um ataque sem precedentes dos Estados Unidos a uma base aérea do governo sírio esta semana.

"Os russos nunca foram alvo desse ataque", destacou.

"Foi um ataque muito, muito pensado e muito proporcional, em resposta a um ataque com armas químicas" realizado por forças sírias contra sua própria população civil, afirma.

"E a Rússia nunca foi parte" do alvo, completa.