Tire todas as suas dúvidas sobre o ENEM 2016

Manter a cabeça tranquila é fundamental para um bom desempenho

Agora que falta muito pouco para o Enem, é o momento de resolver todas as dúvidas relacionadas ao Exame, principalmente aquelas mais básicas.

Manter a cabeça tranquila é fundamental para um bom desempenho. Às vezes a gente se esquece de um ou dois detalhes e acaba se estressando na hora - e isso não é nada bom!

Portanto, é fundamental chegar ao Enem 2016 sem qualquer dúvida “operacional”. É preciso estar com os horários, o local de prova, a documentação e outras informações importantes bem guardadas na cabeça.

Veja a seguir algumas dicas de como chegar sem dúvidas ao Enem 2016.

Acompanhe o dia de cada prova

O Enem 2016 vai acontecer em dois dias, um sábado e um domingo.

No dia 5 de novembro serão aplicadas as seguintes provas:

• Ciências da Natureza e sua Tecnologias
• Ciências Humanas e suas Tecnologias


No dia seguinte, 6 de novembro, o ritmo será ainda mais puxado, com três provas:

• Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
• Matemática e suas Tecnologias
• Redação

Fique de olho nos horários

A organização do Enem é durona com horários, não perdoa ninguém. Quem chegar depois do fechamento dos portões vai perder o Exame e ponto final. Não tem choro, não tem reza, não tem argumento que ajude nessa hora.

Quem não quiser aparecer nos vídeos dos atrasados do Enem este ano tem que se organizar para chegar com antecedência ao local das provas. Atenção: a programação do Enem segue o horário de Brasília!

Anote para não se perder:

• Os portões vão abrir às 12 h (meio-dia) em ponto.
• Às 13 h vão fechar e depois disso ninguém mais entra.
• As provas começam às 13h30.


Os horários das provas são os seguintes:

• Primeiro dia: das 13h30 às 18h30
• Segundo dia: das 13h30 às 19h30


O segundo dia terá uma hora a mais de prova, por causa da redação.

Conheça o local de prova

O MEC liberou o acesso ao cartão de confirmação da inscrição. Isso significa que o candidato já pode saber o local onde fará a prova do Enem 2016.

Para isso, basta acessar a Página do Participante do Enem ou baixar gratuitamente o aplicativo oficial, disponível para aparelhos celulares com iOS, Android e Windows.

A nossa dica é: confira o endereço no cartão de inscrição e estude o percurso entre a sua casa e o local da prova antecipadamente. Não confie apenas na memória, faça o trajeto até o ponto indicado.

Isso ajuda a não se perder no dia do exame - já pensou se você se atrasa porque confundiu o caminho ou tomou o ônibus errado? Pesadelo!

Você pode contar com a ajuda de serviços digitais que ajudam a traçar as melhores rotas, como Google Mapas, Waze e similares -  não esqueça de verificar se o endereço informado corresponde realmente ao do local de prova.

Prepare a documentação necessária

Na verdade, a organização do Enem só exige a apresentação de uma identificação oficial, válida e com foto.

O documento precisa ser original (não vale levar fotocópia) e pode ser de diversos tipos:

• Cédula de identidade (RG) emitida por órgão oficial
• Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com foto
• Passaporte
• Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)
• Identidade de estrangeiro expedida pelo Ministério da Justiça
• Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classe que tenham validade nacional como documento de identificação
• Certificado de Dispensa de Incorporação
• Certificado de Reservista
• Identidade funcional


Quem perdeu o documento ou foi roubado deve apresentar um B.O. (boletim de ocorrência) recente.

O que pode e o que não pode levar para as provas

O Enem é cheio de detalhes sobre o que pode e o que não pode levar no dia das provas. Para evitar contratempos, prepare-se:

Não pode usar na hora das provas:
• Óculos escuros
• Chapéu, touca, boné, boina e similares
• Lápis grafite, borracha, corretivo, régua, compasso, etc.
• Qualquer caneta de modelo diferente do exigido pelo Enem
• Calculadora
• Tablets e notebooks
• Telefones celulares
• Ipods e similares

Pode levar no dia da prova (opcional):
• Água, suco, refrigerante
• Lanches leves

É obrigatório levar no dia da prova:
• Documento oficial com foto (veja relação acima)
• Caneta esferográfica de tinta preta e corpo transparente

Posso levar o celular no dia da prova? Sim, mas eles serão desligados (não pode deixar no modo silencioso) e guardados em um recipiente lacrado, fora do alcance do candidato. Ele só poderá voltar a usá-lo depois de terminar os exames, e fora do local de prova.


Divulgação dos resultados do Enem 2016

Vamos informar o gabarito extraoficial do Enem por aqui, algumas horas depois do fim das provas. Fique ligado!

O MEC deve divulgar o oficial dois ou três dias depois do encerramento do Enem - ou seja, até o dia 9 de novembro.

O resultado final só sai no final de dezembro ou começo de janeiro.


Ah, sua dúvida é de conteúdo?

Se sua dúvida é de conteúdo, ainda dá tempo de correr e resolver. Mas fique atento: investir tempo demais estudando assuntos que caem muito pouco no Enem pode ser uma roubada.

É que agora, na reta final, o candidato deve focar suas energias em revisar somente aquilo que mais interessa - ou seja, os assuntos que aparecem com mais frequência no Enem.

Listamos alguns dos principais:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

• Eletricidade básica
• Radiação
• Ciclos biogeoquímicos
• Geração de energia
• Ondas
• Correntes e potência elétrica
• Hidrocarbonetos
• Soluções químicas

Ciências Humanas e suas Tecnologias

• Revolução Industrial
• Revolução Russa
• República oligárquica
• República liberal
• Período militar
• Era Vargas
• Pós-guerra
• Uso de mapas
• Problemas ambientais
• Ambiente e sociedade


Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

• Interpretação de texto
• Movimentos literários
• Temas da atualidade: política, cultura, educação, investimento público, discussões sociais, economia.
• Gêneros, composição, produção escrita e de leitura
• Inclusão, diversidade e multiculturalidade
• Texto argumentativo
• Norma culta e variação linguística


Matemática e suas Tecnologias

• Regra de três
• Porcentagem
• Probabilidade
• Média
• Moda
• Mediana
• Metro cúbico


Lembre-se de que muitos desses temas são transversais e podem aparecer em mais uma área de conhecimento.


Na dúvida, não vire noites estudando

Com a aproximação das provas é comum pintar uma dúvida cruel entre os candidatos: dormir ou virar a noite estudando?

Nosso conselho: durma, descanse, reserve um tempo para o cérebro se recompor. Às vezes, na loucura por aprender tudo antes das provas, a gente acaba se sobrecarregando e tendo um desempenho abaixo do esperado.

Dedique, sim, bastante tempo aos estudos, mas não exagere. Respeite o tempo do seu corpo.

Como usar a nota do Enem 2016

A grande vantagem de fazer o Enem é que a nota pode ser usada para entrar na universidade pública, conseguir bolsas de estudos, obter financiamentos e ingressar em faculdades privadas sem fazer vestibular. Entenda melhor:

Assim que sair o resultado do Enem 2016, abrem as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). É um processo seletivo para preencher vagas em universidades públicas de todo o Brasil. Para concorrer é preciso ter feito o Enem mais recente e não ter zerado na redação. Cada universidade é livre para definir uma nota mínima de participação e os candidatos são escolhidos pelo desempenho no Enem - quanto maior a nota, maiores as chances de passar. Em 2017, o Sisu vai acontecer em janeiro e em junho.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a bolsas de estudos em faculdades privadas. Serão duas edições em 2017, no primeiro e no segundo semestre. Para participar delas você precisa ter feito o Enem 2016, com desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior que zero na redação, além de se encaixar nos critérios de renda familiar e escolaridade definidos pelo MEC.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) concede financiamentos a juros baixos e prazo a perder de vista. Os candidatos também são selecionados pela nota do Enem. Vale apresentar qualquer edição a partir de 2010, desde que o candidato tenha alcançado pelo menos 450 pontos na média das provas e não tenha zerado na redação. O FIES também tem critérios de renda familiar e a concorrência é altíssima.

O ingresso direto é uma possibilidade interessante para quem quer entrar em faculdades particulares sem fazer vestibular. Cada instituição tem seus próprios critérios de desempenho. Vale consultar o edital de ingresso via Enem na universidade onde você pretende entrar.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores que aceitam a nota do Enem:



-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
-Universidade de Franca (UNIFRAN)
-Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
-Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) - em Fortaleza
-Faculdade Boa Viagem (FBV | DeVry) - em Recife
-Faculdade Ruy Barbosa (Ruy Barbosa | DeVry) - em Salvador


Ainda tem dúvidas? Consulte o edital!

O edital é uma fonte valiosa de informação para os participantes do Enem 2016. Vale a pena dar uma estudada nele antes das provas, especialmente se você ainda tem dúvidas em relação aos procedimentos mais comuns. Você pode encontrá-lo no site oficial do Enem.