Tiros de canhão e discursos emotivos, as homenagens britânicas a Isabel II

Liz Truss, Boris Johnson e Theresa May não pouparam nos elogios à falecida rainha