Tiroteio deixa 3 mortos na cidade californiana de Fresno

(Atualiza com mais informação).

Los Angeles (EUA), 18 abr (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram nesta terça-feira após serem baleadas por um individuo, já detido, na cidade californiana de Fresno, situada 300 quilômetros ao sudeste de San Francisco, informou a imprensa local.

De acordo com as primeiras informações das autoridades, um homem abriu fogo e recarregou sua arma em várias ocasiões enquanto caminhava durante a manhã no centro de Fresno, uma cidade na qual vivem cerca de meio milhão de pessoas.

O suspeito do tiroteio foi detido após deixar vítimas mortais em três lugares diferentes.

O chefe de polícia de Fresno, Jerry Dyer, declarou que o detido é um homem de 39 anos chamado Kori Ali Muhammad, que está também relacionado com a morte de um segurança de hotel na quinta-feira passada.

"Foi um ato aleatório de violência", destacou o oficial, que detalhou que no transcurso de um minuto foram disparados 16 tiros.

As autoridades explicaram que Muhammad se entregou às forças de segurança enquanto gritava "Allahu Akbar" ("Alá é grande"), mas Dyer disse que é muito cedo para determinar se foi ou não de um caso de terrorismo.

Além disso, Dyer salientou que no assassinato do hotel na quinta-feira passada, que foi captado pelas câmeras de vigilância, Muhammad não fez nenhuma afirmação similar nesse sentido.

O oficial também afirmou que tudo indica que o suspeito agiu sozinho, e acrescentou que tinha uma longa ficha criminal relacionada com delitos de armas e drogas bem como por fazer ameaças terroristas.

A polícia disse ainda que o suspeito expressou em seu perfil no Facebook que odiava as pessoas brancas e o governo. EFE