Tiroteio durante operação da Polícia Civil deixa um morto e assusta moradores do Turano

Moradores do Morro do Turano, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, relataram um intenso tiroteio durante toda a tarde desta terça-feira, além de sobrevoos constantes de um helicóptero. De acordo com a Polícia Civil, o confronto ocorreu durante uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), que deixou um suspeito morto e outro ferido.

Ainda segundo a corporação, agentes da especializada checavam uma informação sobre a presença de criminosos fortemente armados em um desmanche de veículos fora da favela. Ao chegar ao local, porém, a equipe da Core foi atacada a tiros por traficantes.

A Polícia Civil afirma que, durante o confronto, dois homens acabaram baleados. Eles foram levados para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, mas um não resistiu aos ferimentos e morreu. O segundo permanece internado em estado grave.

De acordo com a Core, o suspeito que veio a óbito tinha uma mandado de prisão pendente, além de diversas passagens pela polícia. Já o ferido chegou a ser apreendido quando era adolescente e é apontado como membro do tráfico de drogas no Turano.

Na operação, foram apreendidos dois fuzis, um AK 47 e um 762, com carregador estendido, além de uma pistola 9mm e munição para os dois tipos de armamento. Também foram encontrados um radiotransmissor, um caderno de anotações e grande quantidade de drogas, ainda não contabilizada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos