Tiroteio em Viena deixa dois mortos em provável ataque terrorista

·1 minuto de leitura
Armed policemen stand out of their car near the State Opera in the center of Vienna on November 2, 2020, following a shooting. - Two people, including one attacker, have been killed in a shooting in central Vienna, police said late November 2, 2020. Vienna police said in a Twitter post there had been "six different shooting locations" with "one deceased person" and "several injured", as well as "one suspect shot and killed by police officers". (Photo by JOE KLAMAR / AFP) (Photo by JOE KLAMAR/AFP via Getty Images)
Armed policemen stand out of their car near the State Opera in the center of Vienna on November 2, 2020, following a shooting. - Two people, including one attacker, have been killed in a shooting in central Vienna, police said late November 2, 2020. Vienna police said in a Twitter post there had been "six different shooting locations" with "one deceased person" and "several injured", as well as "one suspect shot and killed by police officers". (Photo by JOE KLAMAR / AFP) (Photo by JOE KLAMAR/AFP via Getty Images)

Um tiroteio registrado em pleno centro de Viena na noite desta segunda-feira (2), perto de uma importante sinagoga, deixou dois mortos, segundo a polícia e é, aparentemente, "um ataque terrorista", informou o ministro austríaco do Interior, Karl Nehamer.

Entre os mortos na troca de tiros está um dos autores do ataque, anunciou a polícia em sua conta no Twitter.

Segundo a fonte, seis diferentes locais foram atacados e várias pessoas ficaram feridas.

"Parece que é um ataque terrorista", acrescentou Nehammer em declarações à rádio pública ORF, que pediu aos moradores prudência e para ficar em casa.

A UE "condena com força" o "covarde" ataque em Viena, afirmou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em um tuíte.

O ministério alemão das Relações Exteriores também reagiu no Twitter ao que chamou de "notícias assustadoras e chocantes" vindas de Viena.

"Não devemos ceder ao ódio, que busca dividir nossas sociedades", manifestou-se o ministério.

"Mesmo se o alcance dos atos terroristas não foi determinado ainda, nossos pensamentos estão com os feridos e as vítimas nestas horas difíceis", destacou.

A polícia austríaca, que mencionou "feridos", e meios de comunicação locais, o incidente ocorreu perto de uma sinagoga.

Um dos atacantes "teria morrido, outro fugiu", informou o Ministério do Interior, citado pela agência de notícias austríaca APA.

Segundo a mesma fonte, um policial ficou gravemente ferido.

Uma testemunha, entrevistada por uma emissora de televisão, disse ter visto "uma pessoa correr com uma arma automática, que atirava" intensamente.

A polícia chegou ao local e respondeu. Outra testemunha mencionou "pelo menos 50 tiros".

"Até o momento não é possível dizer se a sinagoga era um alvo", disse no Twitter Oskar Deutsch, presidente da comunidade israelita de Viena (IKG).

anb/eg/mvv