Tiroteio entre gangues em resort perto de Cancún deixa dois suspeitos mortos e um turista ferido

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um confronto entre grupos rivais em um resort perto de Cancún, destino turístico no México, deixou dois homens identificados pela polícia como traficantes de drogas mortos e um turista ferido na tarde desta quinta-feira (4), segundo informações divulgadas pelas autoridades locais.

O escritório do procurador-geral do estado mexicano de Quintana Roo disse que traficantes rivais se enfrentaram em uma praia de Bahia Petempich, na cidade de Puerto Morelos. Horas antes, imagens postadas por turistas que estavam hospedados no local começaram a circular nas redes sociais.

Um alto funcionário do estado informou que um grupo de homens armados chegou de barco em busca de corpos, o que outro oficial mexicano caracterizou como uma possível execução planejada. Os turistas, assustados, foram aconselhados pela equipe do luxuoso hotel Hyatt Riviera a se esconderem.

Uma funcionária do local, que pediu para não ser identificada, relatou à agência de notícias AFP que cerca de 15 homens chegaram em uma lancha e um deles conseguiu entrar no hotel, quando foi seguido por outros armados até os locais onde estavam funcionários e turistas.

O executivo do conglomerado americano de entretenimento NBC Universal Mike Sington era um dos turistas presentes no resort e fez diversas publicações no Twitter sobre o que estava acontecendo.

Em uma das postagens, diz que todos os hóspedes e funcionários se abaixaram e esconderam em quartos escuros no fundo do local. "Terrorismo ou ameaça de sequestro? Não estão nos dizendo nada."

Em outra, Sington mostra imagens de turistas confinados no saguão do hotel, com roupas de praia. "Vários convidados disseram que viram um homem armado vindo da praia, novamente atirando", relatou.

Ao menos um turista que estava na área sofreu traumatismo craniano, segundo informou a rede de televisão local Milenio. A violência ligada à criminalidade, em especial a venda de drogas, tem impactado o Caribe mexicano há anos. A maioria dos incidentes violentos é registrada longe dos luxuosos resorts, mas, nos últimos anos, houve episódios de confrontos armados em áreas turísticas.

Em outubro, dois turistas estrangeiros foram mortos e outros ficaram feridos durante um tiroteio entre gangues em um resort popular em Tulum, a 130 quilômetros de Cancún. Forças de segurança mexicanas foram enviadas para reforçar a segurança do local.

O turismo representa 8,5% do PIB (produto interno bruto) mexicano e é a principal atividade econômica na região sudeste do país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos