Titãs reunidos: relembre o que fez ex-integrantes deixarem a banda

Titãs anunciam turnê de reunião. (Foto: Divulgação/Bob Wolfersson)
Titãs anunciam turnê de reunião. (Foto: Divulgação/Bob Wolfersson)

A banda Titãs anunciou na última quarta-feira (17) que a formação clássica do grupo sairá em turnê pelo Brasil para comemorar os 40 anos de história, em 2023. Uma das bandas mais emblemáticas e importantes do rock na década de 1980, Titãs passou por diversas mudanças em sua formação clássica.

Hoje o grupo é composto apenas por Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto. Relembre abaixo os motivos que fizeram Paulo Miklos, Charles Gavin, Arnaldo Antunes e Nando Reis deixarem o grupo:

  • Paulo Miklos

Depois de três décadas, o vocalista deixou a banda em 2016 para seguir carreira solo. "Chegou a hora de alçar voo sozinho, mas levando comigo a escola e a família titânica na minha formação como artista e pessoa. Deixo mais que amigos na melhor banda de todos os tempos da música brasileira, que segue em frente", escreveu em comunicado na ocasião.

  • Charles Gavin

O baterista saiu da banda em fevereiro de 2010 para se dedicar a projetos pessoais. Em declaração ao site "Planeta Titãs", o músico explicou que seu afastamento aconteceu devido ao esgotamento físico e mental durante a rotina intensa das turnês.

  • Nando Reis

Um dos fundadores da banda, Nando Reis foi baixista e um dos vocalistas do Titãs. Ele saiu em 2002, depois de "A melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana" (2001) para seguir carreira solo. A rotina de gravação de novos discos e turnês da banda influenciou na decisão do artista.

  • Marcelo Fromer

O guitarrista morreu aos 39 anos, em 13 de junho de 2001, ao ser atropelado por uma moto, em São Paulo. Na nova turnê, ele será homenageado nos shows e as apresentações contarão com a participação especial de sua filha, a cantora Alice Fromer.

  • Arnaldo Antunes

Um dos vocalistas e compositores do Titãs desde o início da banda, Arnaldo Antunes foi o primeiro a deixar o grupo em 1992. Em entrevista ao "Canal Brasil", ele revelou que decidiu seguir carreira solo pela falta de liberdade criativa em um grupo com tantos integrantes. Após sua saída, colaborou com o projeto Pequeno Cidadão, criou "Os Tribalistas" com Marisa Monte e Carlinhos Brown, além de diversos projetos solo.