Tite analisa vitória do Brasil sobre o Japão: 'As finalizações precisam ser mais precisas'

Fazia um tempo que o Brasil não enfrentava tantas dificuldades para furar uma defesa como no amistoso desta segunda-feira contra o Japão. A vitória magra, por 1 a 0, gol de Neymar, sintetiza a dureza enfrentada em Tóquio.

Para o técnico Tite, o jogo acabou sendo uma oportunidade para testar a seleção de um cenário que pode se repetir na Copa do Catar.

- As finalizações precisam ser mais precisas. Finalizamos muito, fomos muito bloqueados, mas também erramos o gol. Tivemos finalizações imprecisas.

O Brasil encerrou a partida com 20 chutes a gol, mas apenas cinco efetivamente na direção da meta japonesa. Sete foram para fora e oito foram bloqueados.

Confira outros pontos da entrevista de Tite:

Arbitragem

Eu fiquei brabo com a arbitragem, era a falta tática toda hora. Algumas, às vezes fortes demais, passavam do ponto. O poder criativo da seleção ficava neutralizado. O jogo de futebol permite isso, mas o árbitro precisa coibir.

Disputa por posições na defesa

Claro que existe competição e preciso ser leal. O que eu digo é "vai lá no seu clube e joga para caramba". Trouxemos Militão, Marquinhos e Thiago. No contra-ataque, temos jogadores consistentes atrás. Criamos alternativas de jogo na saída de bola. Isso vai dando à equipe nortes, possibilidades. Os três jogam muito, o quarto nome para a Copa está aberto. Mas se eu fechar os olhos e escolher, eu vou acertar. São todos muito bons.

Quem gostaria de enfrentar, se pudesse jogar contra um europeu antes da Copa

A França, campeã mundial. Se for abrir um pouco mais o leque, Alemanha, Inglaterra.

Jogo remarcado contra a Argentina

Que se faça a coisa correta para todos. Que se levante tudo. O que nós fizemos, fizemos tudo certo. Cumprimos tudo que foi pedido. Fomos ao campo de jogo, nos preparamos, entramos para jogar. Queria enfrentar a Argentina lá trás, no Itaquera.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos