TO: Homem é preso ao agredir ex em praça pública e obriga-la andar sem roupas na rua

Suspeito de agredir ex tinha passado violento; Vítima tinha medida protetiva contra ele - Foto: Getty Images
Suspeito de agredir ex tinha passado violento; Vítima tinha medida protetiva contra ele - Foto: Getty Images

A Polícia Civil de Tocantins prendeu nesta quarta-feira (31) em Buriti do TO, na região norte do estado, um homem de 32 anos, suspeito de agredir a ex-esposa em praça pública e obrigá-la a andar nua pelas ruas da cidade.

A PC informou que a mulher vítima de violência doméstica e psicológica por parte do agressor, teve as roupas arrancadas e foi obrigada a caminhar completamente nua pelas ruas da cidade, no último domingo (28) em plena luz do dia e na frente do filho que a vítima teve com o suspeito, um bebê.

O suspeito estava separado da vítima há mais de três meses, mas não aceitava o fim do relacionamento e segundo a polícia, agia com muita violência e agressividade com a ex.

Segundo a corporação, ele sempre ameaçava e agredia a mulher física e verbalmente e fazia xingamentos sempre que a via.

Uma medida protetiva de urgência e um mandado de prisão preventiva foi solicitada no dia 22 de agosto. No entanto, antes de ser cumprido, a mulher foi agredida novamente. Desta vez, segundo o delegado da 11ª DP, Rubem Paixão , o caso chocou a população "devido à violência e a humilhação que o autor submeteu a vítima".

“O autor novamente encontrou a vítima e passou a agredi-la com socos e chutes em plena via pública. Ele também arrancou toda a roupa da vítima e a forçou a andar completamente nua pelas ruas da cidade causando intensa humilhação e sofrimento a mulher”, disse o delegado.

Ainda na manhã desta quarta-feira o homem foi localizado e preso em Buriti do Tocantins. Ele foi levado até a Central de Atendimento da Polícia Civil em Araguatins e depois, recolhido à Cadeia Pública Local, onde permanece à disposição da Justiça.