Tom Brady avalia separação de Gisele Bündchen: 'Focado em cuidar da minha família'

Tampa Bay Buccaneers Quarterback Tom Brady durante jogo em 27 de outubro de 2022, na Flórida (Foto: Cliff Welch/Icon Sportswire via Getty Images)
Tom Brady em jogo de seu time, Tampa Bay Buccaneers, em outubro de 2022, na Flórida, Estados Unidos (Foto: Cliff Welch/Icon Sportswire via Getty Images)

Após o divórcio com a top Gisele Bündchen, oficializado na sexta-feira (28), o jogador de futebol americano Tom Brady falou sobre o assunto em seu podcast, chamado "Let's Go", apresentado com Jim Gray e Larry Fitzgerald.

Questionado sobre como lidar com esse momento ao mesmo tempo em que está trabalhando, ele disse:

“Há muitos profissionais que passam por coisas com as quais precisam lidar no trabalho e em casa. A boa notícia é que é uma situação muito amigável e estou realmente focado em duas coisas: cuidar da minha família e dos meus filhos, e, em segundo lugar, fazer o melhor trabalho possível para ganhar jogos de futebol. Então, é isso que os profissionais fazem. Você se concentra no trabalho quando é hora de trabalhar e, quando chega em casa, se concentra nas prioridades que estão em casa".

Tom é pai de John, de 15 anos, de seu relacionamento com Bridget Moynahan. Com Gisele, ele teve Benjamin, de 12 anos, e Vivian, de 9. "Tudo o que você pode fazer é o melhor que você pode fazer. É isso que vou continuar fazendo enquanto estiver trabalhando e enquanto for pai.”

O quarterback do time Tampa Bay Buccaneers explicou ainda que o fato do divórcio "acontecer na frente de muitas pessoas" apresenta outro nível de dificuldade: "Todos nós temos nossos desafios únicos na vida. Somos todos humanos. Fazemos o melhor que podemos. Tenho pais incríveis que sempre me ensinaram a maneira certa de fazer as coisas. Quero ser um ótimo pai para meus filhos e sempre tentar fazer as coisas da maneira certa também", continuou Brady.

Gisele e Tom oficializaram a separação por meio dos stories do Instagram. Em seu acordo de divórcio, eles concordaram com a guarda conjunta dos filhos. Segundo a revista People, uma fonte próxima à ela afirmou que, embora a separação tenha sido difícil no começo, "passou tempo suficiente para que Gisele esteja se adaptando".

Ainda de acordo com a fonte, Gisele "viveu sua própria vida por anos enquanto Tom jogava futebol, então, ela não tem medo de fazer as coisas sozinha".