Cargueiro se choca com mansão otomana às margens do Estreito de Bósforo

Istambul, 7 abr (EFE).- Um cargueiro de 225 metros de comprimento e 38 mil toneladas se chocou neste sábado por acidente com uma mansão histórica da época otomana às margens do Estreito de Bósforo, causando estrados na parte superior da edificação.

O navio "Vitaspirit", que navegava sob a bandeira de Malta e é procedente do Egito, se dirigia ao mar Negro quando sofreu uma pane que deixou seu timão bloqueado, informa a emissora turca "NTV".

O barco se aproximou da margem asiática muito perto da segunda ponte de Istambul, e a proa se chocou com a mansão conhecida como Hekimbasi Saleh Efendi, da época otomana, destruindo boa parte dos seus pavimentos superiores.

A casa, construída no século XVIII, é um "yali", um tipo de mansão otomana na margem do Estreito de Bósforo feita inteiramente em madeira, habitualmente residência de vizires e embaixadores.

Todos os "yali", dos quais se diz que restam apenas 99, são patrimônio histórico, dispõem de uma documentação de seus donos e moradores e estão entre as casas mais caras do mundo, com preços que chegam a dezenas de milhões de euros.

O Hekimbasi Saleh Efendi, além disso, era famoso por ter sido locação do filme "Istanbul Kirmizisi", do cineasta turco-italiano Ferzan Özpetek.

Não houve vítimas nem feridos no acidente, mas o tráfego marítimo no Estreito de Bósforo foi suspenso durante horas. EFE