Tom Veiga fez testamento para dividir bens, mas família quer anular documento

Carol Marques
·3 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Globo
Foto: Reprodução/Globo

Cinco meses após a morte de Tom Veiga, um novo capítulo se abre na partilha de bens do ator. O intérprete do Louro José fez um testamento no qual deixou 50% do que tinha em nome da ex-mulher, Cybelle Hermínio, e a outra metade para ser dividida entre os quatro filhos, frutos de seus dois casamentos anteriores. A família de Tom quer anular o documento.

Tom e Cybele ficaram casados apenas sete meses. Eles começaram a namorar no início de 2019 e a empresária foi apresentada a todos no aniversário dele, em fevereiro. Em maio do mesmo ano, segundo amigos, ele fez uma série de exames e descobriu que tinha alguns nódulos no pulmão e se preocupou. Precavido, como muitos contam, decidiu que iria fazer um testamento. “Ninguém levou muita fé e disse que era uma bobagem isso. Só soubemos que realmente ele havia lavrado o documento no dia de seu velório”, conta um amigo do ator.

Leia também

A surpresa maior viria depois quando o teor do documento foi revelado e o nome de Cybele constava nele. “Até por quê os dois não se separaram numa boa”, diz uma pessoa próxima: “Tem muitos áudios e prints dela falando com os advogados dele que era para andarem logo com a papelada do divórcio porque ela queria se livrar dele logo”.

Muitos amigos também não sabem até agora que um mês antes da separação, em setembro de 2020, Tom e Cybelle foram até o Cartório do 12º Registro Civil de Pessoas Naturais do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, para fazerem a troca do documento de união estável, que haviam assinado em dezembro de 2019, pela certidão de casamento, com regime de separação total de bens. A cerimônia religiosa aconteceu seis meses antes.

“Ninguém consegue entender os motivos que levaram Tom a trocar essa documentação. Não tem sentido se casar poucos dias antes de separar”, comenta um parente, que não deseja se identificar.

Tom morreu no dia 1 de novembro de 2020. O divórcio havia sido marcado para quatro dias depois. Ao Extra, na época do rompimento, Cybelle confirmou a separação e disse que, por ela, não havia chance de reatar. Há quatro dias, depois de desaparecer das redes sociais por conta de muitos ataques de fãs do Louro José no dia da morte de Tom, ela retornou ao ambiente virtual.

Cybelle criou um novo perfil no Instagram (embora mantenha o antigo na rede, trancado) usando o nome de casada: Cybelle Hermínio da Costa Veiga, em que fala da falta que sente do ex-marido. “Vida, difícil escrever. Ainda é dolorido, mal escrevi essas palavras e lágrimas já rolam. Todas as noites, todas, sem exceção de nenhuma, você sabe das minhas orações. Peço a Deus que tenha misericórdia e te cubra de bençãos aí em cima, que ele te ajude a evoluir cada dia mais para que chegue um momento em que você seja meu guia e meu intercessor aqui na Terra”, escreveu ela.