Tomate mais caro: itens de cesta básica sobem até 117%

Itens de cesta básica, como tomate, café e tomate, subiram até 117% em um ano. Foto: Getty Images.
Itens de cesta básica, como tomate, café e tomate, subiram até 117% em um ano. Foto: Getty Images.
  • Dos 13 itens presentes na cesta básica nacional, 12 ficaram mais caros no acumulado dos últimos 12 meses;

  • O tomate, por exemplo, é vendido agora por um preço 117% maior do que em abril de 2021;

  • Os dados do IPCA-15 indicam a maior inflação do mês de abril desde 1995, atingindo 1,73%.

O ato de comparar o valor da nota fiscal com a quantidade de alimentos presentes na sacola, após a saída do mercado, nunca foi tão sofrido. Isso acontece porque 12 dos 13 itens que fazem parte da certa básica nacional ficaram mais caros no acumulado dos últimos 12 meses.

Um exemplo presente na cesta básica é o tomate, que atualmente é vendido por um preço 117% mais alto do que o de abril do ano passado, segundo informações do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é uma prévia da inflação do país.

Enquanto isso, o café em pó aumentou 65,09%, o valor da batata subiu em 38,68% e o óleo de soja chegou a 30,1%.

Leia também:

Os dados também indicam a maior inflação do mês de abril desde 1995, atingindo 1,73%, e também a maior variação mensal do índice desde 2003, quando chegou a 2,19%.

O grupo de alimentos e bebidas teve a maior alta de preços nos 12 meses anteriores a abril. Dos 50 itens que mais subiram nesse período, cinco são considerados básicos para o brasileiro.

Na capital de São Paulo, a cesta básica custa R$ 761,19, ou seja, mais da metade do salário mínimo atual em 11 das 17 capitais analisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

A cidade em que se encontra a cesta básica mais barata é Aracaju, onde custa R$ 524,99, o equivalente a 43% do salário mínimo.

O arroz foi o único alimento que teve redução de preço em 2021. Contudo, segundo Patrícia Campos, supervisora da área de preços do Dieese, mesmo a queda representa um aspecto negativo: famílias não conseguem mais comprar arroz, já que tiveram que diminuir o número de refeições diárias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos