Toque de recolher na capital do Sri Lanka após confrontos entre governistas e opositores

Ao menos 20 pessoas ficaram feridas nos confrontos em Colombo (AFP/Ishara S. KODIKARA) (Ishara S. KODIKARA)

A polícia do Sri Lanka decretou nesta segunda-feira (9) um toque de recolher em Colombo, capital do país, depois dos confrontos entre partidários do governo e manifestantes que exigem a renúncia do presidente Gotabaya Rajapaksa.

As autoridades afirmaram que pelo menos 20 pessoas ficaram feridas.

Os simpatizantes de Rajapaksa, armados com pedaços de pau e cassetetes, atacaram os manifestantes que estão acampados desde 9 de abril diante da sede da presidência.

Os opositores exigem a renúncia de Rajapaksa, acusado de provocar a maior crise econômica do pequeno país do sul da Ásia desde sua independência em 1948.

O colapso econômico começou a ser percebido depois que a pandemia de coronavírus cortou a receita do turismo e das remessas.

A grande dívida externa, calculada em 51 bilhões de dólares, levou o governo a decretar a moratória de pagamentos em 12 de abril.

aj/stu/lth/oaa/es/me/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos