Tóquio: Mais um judoca desiste por ter que enfrentar israelense

·1 minuto de leitura
Israel's Tohar Butbul reacts during the men's under 73 kg weight category final match at the Tel Aviv Grand Prix 2019 in the Israeli coastal city of Tel Aviv on January 25, 2019. (Photo by JACK GUEZ / AFP)        (Photo credit should read JACK GUEZ/AFP via Getty Images)
Tohar Butbul em ação no Grand Prix de Tel Aviv em 2019. Foto: Jack Guez/AFP via Getty Images

Mais uma notícia triste no judô olímpico. O atleta Mohamed Abdalrasool, do Sudão, não compareceu no horário marcado para a luta contra o israelense Tohar Butbul. Esse é o segundo competidor que abandona os Jogos de Tóquio ao saber que teria que enfrentar Butbul.

O primeiro atleta a desistir foi o argelino Fethi Nourine. O judoca decidiu não competir ao saber que teria chances de enfrentar o israelense caso avançasse em seu confronto na primeira fase (justamente contra Abdalrasool), e foi punido pela Federação Internacional de Judô. Fethi afirmou, ao saber do sorteio, que seu apoio à causa palestina era mais importante do que as Olímpiadas. 

Leia também:

Essa não foi a primeira vez que o argelino abandonou uma competição. Em 2019, Fethi optou por desistir do Campeonato Mundial ao saber que teria que lutar contra um atleta israelense. Curiosamente, o atleta no caso também era Butbul.

Até o momento, não existe uma justificativa oficial para o abandono de Mohamed. Não houve nenhum pronunciamento imediato por parte do atleta, organização ou Comitê Olímpico do Sudão. Apesar da falta de informações oficiais, acredita-se que a motivação do sudanês seja a mesma de Fethi.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos