Torcedores árabes se unem após vitórias surpreendente no Catar

Torcedor da Arábia Saudita no estádio antes de partida contra a Polônia na Copa do Mundo do Catar

Por Muath Freij

DOHA (Reuters) - As vitórias contra todas as adversidades das seleções árabes que disputam a primeira Copa do Mundo no Oriente Médio inspiraram seus torcedores, trazendo um raro senso de otimismo e união para torcedores do Golfo ao Oceano Atlântico.

A Arábia Saudita protagonizou a surpresa inicial do torneio, derrotando a Argentina, bicampeã da Copa do Mundo, e o Marrocos superou a Bélgica, resultados celebrados pela grande maioria dos torcedores em ambas as partidas no país do Golfo.

Faltando uma partida por disputar em seus grupos, os dois times seguem na briga para chegar às oitavas de final da competição, a primeira vez que dois países árabes chegariam tão longe.

Essa chance de fazer história forjou um sentimento de solidariedade entre os torcedores árabes em Doha.

Mohammad al-Mansouri veio da Espanha para assistir Marrocos vencer a Bélgica por 2 x 0.

"A maioria das celebrações..." ele começou "...eram dos sauditas!" disse o torcedor saudita Faisal al-Ruwaili, envolto na bandeira verde de seu país e terminando a sentença de Mansouri por ele.

"Quando a Arábia Saudita joga, eu sou saudita e quando o Marrocos joga, todos os árabes..." disse Mansouri, "...são marroquinos!" disse Ruwaili, com o braço em volta do ombro de Mansouri.

Mansouri disse que sentiu como se Marrocos e Arábia Saudita estivessem jogando em casa no Catar, algo que pode tê-los ajudado a alcançar novos patamares.

Embora o anfitrião Catar tenha perdido suas duas primeiras partidas e tenha sido o primeiro a ser eliminado, um quarto time árabe, a Tunísia, ainda pode avançar se vencer a França na última partida da fase de grupos na quarta-feira. Embora as probabilidades possam estar contra eles, eles não terão falta de apoio no estádio Cidade da Educação, com capacidade para quase 45.000 pessoas, no extremo oeste de Doha.

"O futebol une as nações. Todos os povos árabes e do Golfo apoiam qualquer time (árabe)", disse o torcedor saudita Khaled al-Asaimi, repetindo o tom definido pelos líderes do Catar e da Arábia Saudita no início do torneio.

(Reportagem de Muath Freij)