Torcedores brigam durante cortejo de Pelé e polícia entra em ação

Presença de membros de outras torcidas organizadas não agradou o principal movimento santista, o que gerou confronto.
Presença de membros de outras torcidas organizadas não agradou o principal movimento santista, o que gerou confronto. Foto: (Mario Tama/Getty Images)

Durante o cortejo que levou o caixão de Pelé para o cemitério onde o Rei do Futebol descansará, uma briga entre membros de torcidas organizadas marcou a tarde desta terça-feira. Integrantes da maior organizada do Santos carregavam seus bandeirões e gritavam cantos de apoio, até que avistaram um homem vestindo o uniforme da torcida organizada de maior relevância do Palmeiras.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram o momento em que um único homem é alvo de agressões e chutes por parte dos santistas, que tentam roubar a sua camiseta da associação. A Polícia Militar do Estado de São Paulo, prontamente, agiu e separou o conflito.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também:

Outro registro em vídeo mostra que o homem que torce para o Palmeiras foi detido pelos policiais e escoltado para fora da avenida onde ocorreu a briga.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Durante a última madrugada, diversos torcedores de inúmeras organizadas do Santos se fizeram presentes no velório realizado na Vila Belmiro e cantaram muito em homenagem ao Rei do Futebol. Os torcedores se posicionaram do lado de fora da grade que traça o caminho para que os outros fãs de Pelé passem perto de seu caixão, respeitando o fluxo e não interrompendo o movimento. No vídeo abaixo, gravado pelo Craque Neto, é possível ver o apoio da organizada.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Se estima que mais de 150 mil pessoas passaram pela Vila Belmiro até as 10 horas da manhã desta terça-feira, quando se encerrou o período do velório e a preparação para o cortejo começou. A cerimônia de sepultamento será restrita a familiares e amigos de Pelé, sem que seja permitida a entrada de torcedores, curiosos e outras pessoas que não fossem do convívio direto do Rei.