Torcida organizada do Vitória compara Bolsonaro a Hitler

Montagem da torcida ‘Os Imbatíveis’ comparando Bolsonaro a Hitler (Reprodução)

Em um post em sua página oficial no Facebook, a maior torcida organizada do Vitória ‘Os Imbatíveis’ manifestou seu repúdio ao candidato à presidência Jair Bolsonaro e comparou o político do PSL ao líder nazista alemão Adolf Hitler.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

No manifesto, a torcida fala que “sempre esteve vinculada ao povo e aos ideais de libertação e mudança” desde a sua criação em 1997 e ressalta que “os versos do hino da independência da Bahia sintetizam a luta histórica travada contra o autoritarismo”.

Na imagem que acompanhava o manifesto, Bolsonaro é comparado a Hitler através de uma montagem do presidenciável com o bigode e roupas usadas pelo ditador alemão, além da bandeira nazista ao fundo.

A torcida do Vitória não é a primeira a se manifestar contra Jair Bolsonaro. Recentemente, a Gaviões da Fiel, do Corinthians, falou de “repulsa” contra o candidato e foi apoiada pela Torcida Jovem do Santos.

Leia o manifesto completo da torcida ‘Os Imbatíveis’:

COM TIRANOS NÃO COMBINAM BRASILEIROS CORAÇÕES

Os versos do hino da independência da Bahia sintetizam a luta histórica travada contra o autoritarismo, deixando ainda uma clara mensagem aos saudosos pelos regimes ditatoriais: não mais permitiremos que o despotismo volte a reger nossas ações.

A história da Torcida Os Imbatíveis esteve sempre vinculada ao povo e aos ideais de libertação e mudança. Tanto que, desde o nosso surgimento em 1997, revolucionamos por completo a cultura torcedora do estado e avançamos na realização de projetos, através do nosso Grupo de Ação Social (GAS), que nos permitiram conhecer ainda mais profundamente os sofrimentos e angústias vivenciados pelos que não herdaram riqueza.

Agora em 2018 voltamos a viver sob a ameaça de tiranos que pretendem arrastar o Brasil para tempos anteriores a 1823. Ao observar os discursos do candidato Jair Bolsonaro, carregados de extremismo e ódio a uma parcela da população, nota-se o quão retrógrado é o seu plano de governo e violador do próprio Estado democrático de Direito.

Dessa forma, as propostas apresentadas pelo mencionado candidato, que inclusive votou favoravelmente ao congelamento de investimentos sociais por 20 anos, NÃO CONTEMPLAM as reais necessidades das milhares de pessoas que se encontram passando fome, em situação de rua, desempregados, desabrigados, sem terra e etc.

Ademais, o fato deste manifestar opiniões contrárias aos direitos conquistados pelas mulheres; defender o assassinato de pessoas pobres; apresentar opiniões de cunho racista e ser declaradamente contrário à políticas de ações afirmativas; homenagear torturador; e, finalmente, ser favorável à extinção das torcidas organizadas, só reforçam a sua inaptidão para qualquer cargo público.

Há uma incompatibilidade intransponível entre defender o bem-estar da sociedade e votar em torturador. Vivemos em um país profundamente marcado pela desigualdade social e que sofre com os resquícios de séculos de escravização, o que só evidencia a emergência de políticas públicas e não de distribuição de armas.

Nesse sentido, a TUI vem a público manifestar o seu repúdio ao candidato à Presidência da República pelo PSL e a todos àqueles que compartilham dos ideais fascistas, racistas, machistas e autoritários apresentados pelo mesmo. Ressaltamos ainda que não temos a pretensão de induzir nossos associados a votar em candidato A ou B, em respeito à pluralidade de ideias e à própria garantia do sigilo do voto, mas sim demarcar a racionalidade do posicionamento em contrário a todo discurso que ousa fazer escárnio do respeito à dignidade humana.

Torcida Os Imbatíveis
Com o Vitória além da morte!

Leia mais:
– Brasil só tem defensores na seleção da Fifa
– À procura de patrocinador, Pato cogita volta ao Brasil em 2019
– Galvão chama CR7 de ‘cara de pau’