Tottenham condena festa de jogadores com familiares e amigos durante Natal

Extra
·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução

O Tottenham condenou uma reunião de Natal dos jogadores Sergio Reguilon, Giovani Lo Celso, Erik Lamela, além de Manuel Lanzini, do West Ham. Fotos em redes sociais mostram os atletas com amigos e família, o que contraria as determinações de isolamento social do Reino Unido no período, medida de combate à pandemia de coronavírus. A informação é do jornal britânico "Daily Mail".

Segundo a publicação, uma foto que teria sido publicada por um dos amigos presentes na festa mostra os quatro jogadores na mesma casa com outros 11 adultos, duas crianças e um bebê.

As regras determinadas no país em 19 de dezembro estabeleceram que em alguns locais, como Londres, área classificada como Nível 4, moradores de residências diferentes não poderiam se reunir durante o Natal. Em todo o resto do país, até três famílias puderam se reunir apenas no dia de Natal.

O Tottenham condenou fortemente seus jogadores por quebrar as regras.

"Estamos extremamente decepcionados e condenamos veementemente esta imagem que mostra alguns dos nossos jogadores com a família e amigos juntos no Natal, especialmente porque conhecemos os sacrifícios que todos em todo o país fizeram para nos mantermos seguros durante o período festivo", informou o clube, voa nota, segundo o jornal. "As regras são claras, não há exceções, e regularmente lembramos todos os nossos jogadores e equipe sobre os protocolos mais recentes e suas responsabilidades de aderir e dar o exemplo. O assunto será tratado internamente."

O West Ham disse que ficou "desapontado" ao saber das ações de Lanzini. Segundo o clube, o jogador foi testado para Covid-19 após a foto ser tirada e o resultado foi negativo.

O jornal afirma que acredita-se que a reunião ocorreu na casa de Lo Celso, com base na decoração que aparece, com referências a títulos da liga francesa, que conquistou quando estava no Paris Saint-Germain.