Tottenham decide demitir José Mourinho a seis dias da final da Copa da Liga Inglesa

Extra
·1 minuto de leitura

Bomba na Inglaterra. O português José Mourinho foi demitido do cargo de técnico do Tottenham, nesta segunda-feira. O fato chama atenção pois o clube irá disputar a final da Copa da Liga Inglesa, diante do Manchester City, em seis dias. A informação foi divulgada pelo jornalista John Percy, do do Telegraph.

Mourinho estava sendo alvo de críticas pelos resultados ruins do Tottenham — venceu apenas um dos últimos seis jogos no Campeonato Inglês e foi eliminado na Liga Europa pela Dínamo de Zagreb de maneira surpreendente: venceu a ida por 2 a 0 e levou a virada na volta.

Esperava-se, no entanto, que o técnico português tivesse a oportunidade de comandar a equipe na final da Copa da Liga Inglesa, no próximo domingo, frente ao Manchester City. No entanto, o auxiliar técnico Ryan Mason e o chefe técnico da academia do Tottenham Chris Powell irão assumir o cargo até o final da temporada.

A demissão ocorre menos de 24 horas após o Tottenham anunciar que faz parte da polêmica Superliga e, portanto, pode ser visto como um caso em que o clube está tentando esconder más notícias.

E deixar Mourinho é inegavelmente uma má notícia para a hierarquia do clube, dada a enorme despesa de contratá-lo - acredita-se que o jogador de 58 anos ganhe cerca de £ 12 milhões por ano - e o fato de ter chegado como substituto de Mauricio Pochettino, que era incrivelmente popular com a base de fãs, tendo levado o Tottenham a resultados consistentemente altos na Premier League e à final da Champions League em 2019.

Mourinho já foi demitido por três clubes diferentes na Inglaterra - Chelsea, duas vezes, Manchester United e Spurs.