Touro dourado da B3: Animal serviu de inspiração para outras Bolsas ao redor no mundo. Veja fotos

·4 min de leitura

RIO — A estátua do touro dourado da B3 virou o assunto mais comentado nas redes sociais nos últimos dias, sendo alvo de protestos, memes e piadas.

O animal de uma tonelada vem ganhando destaque seja para o bem ou para o mal em um momento em que o Ibovespa, principal índice da Bolsa, enfrenta um dos seus priores momentos do ano, com queda acumulada no período de mais de 13%.

O animal foi apropriado pelo mercado financeiro em decorrência da forma como ataca suas presas. Ele as joga para cima, num movimento similar a um gráfico de ações em alta.

As comparações com a famosa estátua de Wall Street são inevitáveis. Mas a presença do bichano não é uma exclusividade de Nova York e São Paulo.

Veja abaixo uma lista de cidades pelo mundo que possuem bolsas de valores e utilizam a figura do touro – e até de outros animais.

1- Nova York

A mais conhecida, e fotografada, de todos é a estátua do touro de Wall Street. A peça de 3,5 toneladas é criação do escultor italiano Arturo Di Modica.

Imigrante siciliano, o Di Modica fez fortuna nos Estados Unidos após chegar o país em 1970. Com a crise que o país enfrentava após a quebra do mercado financeiro de 19 de outubro de 1987, ele procurou retribuir, de alguma forma, ao país que o acolhera.

O artista, então, investiu cerca de US$ 360 mil para realizar o monumento de bronze batizado por ele de "Charging Bull" (touro desafiador).

Na época, a Bolsa de Nova York pediu à Prefeitura que removesse a estátua. Mas diante da reação do público, o monumento foi reinstalado em um pequeno parque de Lower Manhattan chamado Bowling Green, onde está até hoje.

Em 2017, a figura de uma menina destemida foi colocada em frente ao animal para exaltar o papel feminino no mercado financeiro e incentivar empresas a contratar mulheres para suas diretorias.

2- Frankfurt

Em Frankfurt, principal centro financeiro da Alemanha, o urso e o touro foram colocados para celebrar o aniversário de 400 anos da bolsa local.

As obras foram encomendadas ao escultor alemão Würzburg Reinhard Dachlauer, especializado em peças de animais fundidos. Elas representam os movimentos de alta, e baixa, no caso do urso, das condições de mercado.

4- Shenzhen

Logo em frente à bolsa de Shenzhen, um dos principais centros econômicos do país e da Ásia, o touro também possui a companhia de outras estátuas semelhantes ao redor. Nesse caso, não há relação com a famosa estátua de Nova York.

3- Xangai

Já o touro da Bolsa de Xangai, também na China, possui várias semelhanças com o americano. Ambos foram produzidos pelas mãos de Di Modica.

Portugal Giro: Falta de mão de obra chega a nível crítico e Portugal precisa de milhares de trabalhadores

A versão chinesa foi inaugurada em 2010, após a forte crise financeira global de 2008. A escultura de bronze tem a coloração mais avermelhada e se inclina para a direita em vez da esquerda, como a de Nova York. Ela possui uma fisionomia mais ameaçadora justamente para demonstrar a força da economia chinesa.

4- Amsterdã

Na Holanda, a história é semelhante. A estátua de bronze localizada em frente à Euronext, em Amsterdã, também foi feita por di Modica. Ela está no local desde 2012, quando foi instalada durante a crise da dívida europeia.

5 - Mumbai

O “Grande Touro” da Índia foi instalado na Bolsa de Mumbai, no ano de 20008.

A versão indiana é inspirada no famoso touro de Nova York. Com cerca de 1,5 metro de altura e mil quilos, o touro chegou ser considerado como azarado pelos investidores locais devido a fortes quedas na bolsa indiana naquele ano.

6 - Hong Kong

Na Ásia, a Bolsa de Hong Kong também conta com a presença do touro, e não só de um. Em um espelho d’água próximo da bolsa estão localizados dois animais, sendo que um deles foi esculpido deitado.

7 - Hanói

E ainda na Ásia, a figura do touro também está presente na Bolsa de Hanói, no Vietnã. Ao contrário de outras praças, a imagem tem tamanho mais enxuto e fica no interior do prédio, mas ainda pode ser vista e fotografada pelos pedestres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos