Touro de Ouro da Bolsa é alvo de protesto contra a fome

·1 min de leitura
SÃO PAULO, SP - 17.11.2022 - Touro de Ouro inaugurado ontem (16/11) em frente a B3 (Bovespa), no centro de São Paulo, é alvo de protestos durante a manhã de hoje (17/11). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
SÃO PAULO, SP - 17.11.2022 - Touro de Ouro inaugurado ontem (16/11) em frente a B3 (Bovespa), no centro de São Paulo, é alvo de protestos durante a manhã de hoje (17/11). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Touro de Ouro instalado em frente à Bolsa de Valores brasileira, a B3, não durou um dia sem ser alvo de protestos. Na manhã desta quarta-feira (17), ativistas se reuniram para colar na peça um cartaz (um lambe-lambe) onde se lê "fome".

A escultura é uma réplica do Touro de Wall Street, localizado no distrito financeiro de Nova York, e foi instalada na área central da capital paulista nesta terça-feira (16). A versão brasileira foi batizada de Touro de Ouro por ser dourada. A original é de bronze.

O protesto foi gravado e publicado nas redes sociais dos movimentos Juventude Fogo no Pavio e Movimento Raiz da Liberdade. "Assim como o Touro de Wall Street é alvo de trabalhadores e trabalhadoras que resistem, aqui o Touro de Ouro também será!", disseram nas publicações.

"Enquanto o lucro e a acumulação de riquezas segue aprofundando a exploração incansável dos nossos trabalhos cada vez mais precarizados. Tudo isso muito beneficiado pela política entreguista e genocida de Bolsonaro!", afirmaram os movimentos nas redes.

Essa não é a primeira vez que a Bolsa é alvo de protestos.

Em setembro, manifestantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e da frente Povo Sem Medo invadiram o edifício-sede da Bolsa em um protesto contra a fome.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos