Tráfego da Gare de l'Est em Paris voltará ao normal na quinta-feira

O tráfego ferroviário da Gare de l'Est de Paris, que liga a capital francesa à Alemanha, voltará a normalidade na quinta-feira, após um "ato de sabotagem" que afetou o serviço por dois dias.

"O conjunto de trens" procedentes ou com destino à Gare de l'Est circulará conforme planejado, informou a empresa ferroviária estatal SNCF em comunicado.

Na tarde desta quarta-feira (25), três em cada quatro trens de alta velocidade já circulavam, contra um em cada três durante a manhã.

Na terça-feira, o serviço foi interrompido devido a um "ato de sabotagem" que danificou cabos de sinalização e telecomunicações.

Os fatos ocorreram a cerca de 20 quilômetros da estação, em Vaires-sur-Marne, "quando uma caixa contendo a fiação elétrica para os painéis de circulação foi aberto e pegou fogo", disse uma fonte policial.

Esses cabos são essenciais para a sinalização ferroviária dos trilhos, motivo pelo qual a empresa decidiu interromper totalmente o tráfego devido ao risco de colisão de comboios.

O restabelecimento do tráfego foi possível graças ao "empenho" dos funcionários da SNCF Réseau, gestora do sistema ferroviário francês, que trabalharam dia e noite para reparar os danos, destacou a empresa.

Os tribunais abriram uma investigação sobre este incidente, que o ministro dos Transportes, Clément Beaune, qualificou como "bastante excepcional e muito grave".

"Não há nenhuma pista, nenhuma reclamação por parte de um grupo", disse uma fonte próxima à investigação à AFP na terça-feira.

Os primeiros elementos da investigação indicam que os autores tinham conhecimento do terreno.

Segundo dois executivos de empresas ferroviárias interrogados pela AFP, os criminosos conheciam "muito bem" a rede, tendo em conta as partes afetadas.

A do Gare do l'Est, com 41 milhões de passageiros em 2019, é uma das seis grandes estações parisienses e conecta a capital a cidades como Estrasburgo (nordeste) e destinos como Alemanha e Luxemburgo.

liu-agu/ha/ico/gvy/sag/mb/jc/mvv