Trânsito na Lagoa tem novas interdições para obras de drenagem

O trânsito na Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, está com novas alterações a partir deste sábado por conta de obras para eliminar um ponto crítico de enchentes na altura do Parque dos Patins. O trecho, que passa por intervenções desde agosto deste ano, entrou em uma nova fase, agora com a interdição total das faixas no sentido Gávea. Na direção do Túnel Rebouças, as obras acabaram, mas o tráfego continuará a ser desviado pelo estacionamento do Parque dos Patins. A previsão da secretaria municipal de Infraestrutura é que o tráfego seja totalmente liberado ao longo de janeiro.

As faixas no sentido Rebouças, que estavam bloqueadas por conta da primeira etapa da obra, foram liberadas. Mas, agora, estão sendo usadas como um desvio do trecho que foi interditado para os motoristas que seguem no sentido Gávea.

Na manhã deste sábado, o trânsito chegou a enfrentar algumas retenções. Por conta das obras, a Companhia de Engenharia de Tráfego (Cet-Rio) recomenda a Avenida Epitácio Pessoa como opção.

— Nessa fase, também faremos a obra à noite para liberar o trânsito de forma mais rápida. Queremos, com essa intervemção eliminar de vez um ponto crítico de alagamentos. No sentido Rebouças, a obra foi mais demorada porque além de implantar nova rede de drenagem tivemos que elevar o nível da rua — explicou a secretária de Infraestrutura, Jessick Trairi.

Em períodos chuvosos, como no verão, esse trecho da Borges de Medeiros era considerado um dos mais críticos da Lagoa. O custo total da obra chega a R$ 3 milhões.

No início da tarde deste sábado, a Avenida Pastor Martin Luther King no sentido Inhaúma, foi interditada devido a um vazamento de gás na altura do Atacadão, em Vicente de Carvaho. Às 13h50, bombeiros e funcionários da Naturgy permaneciam no local.