Trégua no norte da Síria terminará na terça às 16h00 (militares turcos)

Sírios refugiados no campo de Bardarash, próximo de Dohuk, no Curdistão iraquiano

A trégua negociada pela Turquia e Estados Unidos para permitir que uma milícia curda se retire do noroeste da Síria vai terminar na terça-feira 19H00 GMT (16h00 de Brasília), informaram nesta segunda-feira fontes militares turcas.

Este cessar-fogo "começou na quinta-feira às 22H00 (horário turco) [...] e terminará na terça-feira às 22H00", indicaram as fontes.

Em 9 de outubro, a Turquia lançou uma ofensiva no nordeste da Síria contra a milícia curda das Unidades de Proteção do Povo (YPG), um grupo que descreve como "terrorista", mas que é apoiado pelos países ocidentais contra os jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Esta operação militar está suspensa desde quinta-feira em favor de uma trégua frágil negociada entre Ancara e Washington. Os dois países declararam que a trégua duraria "120 horas", mas não indicaram a hora em que expiraria.

Este acordo visa permitir que as YPG deixem suas posições perto da fronteira com a Turquia e permita que Ancara estabeleça uma "zona de segurança".

Essa "zona de segurança" terá 120 km de extensão, desde as cidades de Tal Abyad até Ras al-Ain, e depois será expandida para 440 km, disseram as fontes militares turcas.

De acordo com as fontes, cerca de 125 veículos deixaram os territórios controlados pelas YPG desde o início da trégua.

"Estamos acompanhando a situação de perto", ressaltaram.

A Turquia afirmou que a ofensiva será retomada quando a trégua expirar se os membros das YPG não tiverem se retirado até então.

"Quando as 120 horas terminarem, se houver terroristas, nós os neutralizaremos", disseram as fontes militares.