Três agentes de segurança mortos a facadas no Irã

Banner publicitário incendiado em Teerã

Três integrantes das forças de segurança foram mortos a facadas nesta terça-feira nas imediações de Teerã, em um ataque executado por "amotinados", informaram as agências iranianas Isna e Fars.

Os três homens, um integrante da Guarda Revolucionária (o exército ideológico do regime) e dois membros do Basij, uma força paramilitar de voluntários, morreram em uma emboscada na província que tem o mesmo nome da capital iraniana, afirmaram as agências.

As vítimas são Morteza Ebrahimi, oficial da Guarda Revolucionária, e os integrantes do Basij Majid Sheikhi e Mostafa Rezaï, anunciaram as mesmas fontes, que citaram um comunicado da base local da divisão de elite das Forças Armadas.

"Amotinados mataram os agentes com armas brancas depois que eles foram cercados em uma emboscada na província de Teerã, ao oeste da capital", afirma o comunicado, que não revela o local exato do ataque.

Os três homens serão sepultados na quarta-feira.

Desde sexta-feira, várias cidades do Irã registram protestos contra o anúncio do aumento do preço da gasolina.

O número oficial de mortos desde o início das manifestações subiu para cinco.

Outras informações não confirmadas, divulgadas por diversas agências iranianas, mencionam outras seis vítimas fatais nos protestos.