Três anos após a tragédia, mais uma vítima de Brumadinho é identificada

·1 min de leitura

Quase três anos após a tragédia de Brumadinho, mais uma vítima foi identificada, nesta quarta, pela Polícia Civil de Minas. Uma funcionária da Vale, de 49 anos, que constava como desaparecida, agora é a 264ª pessoa morta por causa do rompimento da barragem, e ainda há seis desaparecidos.

Segundo o G1 Minas, a nova vítima se trata de Lecilda de Oliveira, que trabalhava como analista de operações da Vale. A polícia informou que o corpo foi localizado pelos Bombeiros e encaminhado para identificação e perícia no último dia 1 de setembro. Foi utilizado exame de DNA.

— As análises são complexas. Tratava-se de um remanescente ósseo que permite uma maior conservação para a obtenção do DNA — disse o perito criminal do IML, Higgor Dornelas.

Agora, ainda há seis pessoas desaparecidas em função da tragédia de Brumadinho. São elas: Cristiane Antunes Campos; Luis Felipe Alves; Maria de Lurdes da Costa Bueno; Nathalia de Oliveira Porto Araújo; Olimpio Gomes Pinto; e Tiago Tadeu Mendes da Silva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos