Três araras feridas foram resgatadas pelo Ibama em um clube na Zona Oeste do Rio

Três araras com diversos ferimentos foram resgatadas pela Polícia Federal e pelo Ibama, nesta segunda-feira , em um clube no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Segundo a corporação, o mesmo estabelecimento já havia sido fiscalizado em 2020, quando foi constatado que os animais estavam sem penas. O proprietário alegou que as aves estariam em tratamento, mas os agentes não acharam nenhum tipo de medicação ou receituário com ele.

Operação da PM em Manguinhos deixa cinco baleados e um morto; Leopoldo Bulhões ficou fechada por duas horas

Bebida e direção: Justiça manda soltar dentista que provocou acidente de trânsito embriagada na Zona Sul do Rio

De acordo com a avaliação dos agentes que encontraram as três aves, elas estavam se mutilando por conta de estresse que estariam passando no local. Eram uma arara da espécie catalina e duas canindé, que ficavam expostas na entrada do clube.

Após o resgate, as aves foram encaminhadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama, para receberem cuidados. O instituto alerta que “a prática de maus-tratos consiste em conduta humana que acarrete sofrimento físico ou psíquico ao animal, e o ato é considerado crime”.