Três crianças morrem após deslizamento sobre escola na Colômbia

Três crianças morreram, nesta quinta-feira (14), depois que um deslizamento de terra soterrou uma escola rural no município de Andes, no noroeste da Colômbia, informam as autoridades.

A avalanche surpreendeu cerca de 20 crianças em idade pré-escolar e do ensino fundamental, que aproveitavam uma pausa junto com uma professora e a mãe de um dos menores.

"Temos uma notícia muito triste: três crianças perderam a vida neste incidente", disse aos jornalistas o prefeito de Andes, Carlos Osorio, sem especificar as idades das vítimas. Um primeiro relato dava conta de oito crianças presas sob o deslizamento.

A terra cobriu grande parte da pequena escola. "Por sorte, 17 alunos saíram com vida [...] a professora e a mãe também", disse Osorio, acrescentando que outros dois menores que estavam presos entre os escombros já se encontram "estáveis" em um hospital próximo.

Brigadistas ajudados por militares, dezenas de moradores e duas máquinas de construção participaram no resgate dos menores.

"Estávamos todos no recreio quando, de repente, ouvimos um barulho muito forte, todos viramos [para olhar], em questão de segundos começamos a correr [...] não sabíamos nem para onde correr, apenas corremos", relatou aos jornalistas Eliana Rincones, a única professora do pequeno centro educativo.

O deslizamento foi provocado pelas fortes chuvas que abrangem grande parte do território colombiano, por causa do fenômeno La Niña, um evento climático provocado pelo esfriamento do Oceano Pacífico.

Segundo o Instituto de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais da Colômbia, a temporada de chuvas deve durar até setembro.

lv-jss/vel/dga/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos