Três morrem em menos de 24 horas após festivais de touros em Valência

Foliões seguram bandeiras vermelhas e velas durante a cerimônia de encerramento da Festa de San Fermin, em Pamplona, Espanha

MADRI (Reuters) - Três pessoas morreram nas últimas 24 horas depois de sofrerem ferimentos graves durante festivais de corrida de touros na região espanhola de Valência, disseram autoridades locais nesta quarta-feira.

Os três homens ficaram feridos em dias diferentes nas últimas duas semanas, mas morreram todos em poucas horas nesta semana, em um lembrete de como são perigosos esses eventos tradicionais -- que também são alvo de críticas de grupos de direitos dos animais.

A cidade de Picassent realizou um dia de luto na quarta-feira depois que um de seus moradores morreu devido a um traumatismo craniano grave após mais de uma semana em terapia intensiva.

Os festivais de corrida de touros, onde grupos de pessoas correm na frente de um ou mais touros de briga, são uma tradição espanhola de longa data, com muitas cidades realizando esses eventos todos os anos.

Durante os oito dias da Festa de San Fermin, em Pamplona, este mês, oito pessoas foram chifradas enquanto moradores e turistas comemoravam o retorno das corridas de touros após um hiato de dois anos causado pela pandemia da Covid-19. Nenhuma morte ocorreu lá.

No total, 478 pessoas ficaram feridas este ano nestes eventos, que normalmente terminam com a morte dos bovinos na arena de touradas.

O grupo de direitos dos animais Pacma exigiu na quarta-feira a proibição do que chamou de tradição "cruel e perigosa".

(Reportagem de Christina Thykjaer e Emma Pinedo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos