Três mulheres são encontradas mortas, vítimas de feminicídio

·1 minuto de leitura

RIO — Nas últimas 48 horas, três mulheres foram encontradas mortas, no Rio. Em todos os casos, a suspeita da autoria dos crimes recai sobre os companheiros das vítimas.

Na noite de quinta (5), uma jovem de 21 anos, identificada como Luiza Helena do Nascimento Silva, foi assassinada a tiros. Segundo a Polícia Militar, agentes do 39ºBPM foram à Avenida Subtenente Dilton Barradas França, no bairro Sargento Roncalli, em Belford Roxo, Baixada Fluminense, onde constataram a causa da morte por ferimentos de arma de fogo.

Segundo a família da vítima, que deixa dois filhos, um de 1 ano e 11 meses e ouro de apenas 6 meses, Luiza teria sido executada na frente das crianças.

Também em Belford Roxo, vizinhos de Vanessa dos Santos, de 34 anos, a encontraram sem vida, ontem (6). O corpo dela apresentava sinal de facadas, em um terreno baldio próximo à casa onde ela vivia. Segundo testemunhas, o marido da vítima foi visto carregando o corpo de Vanessa em um carrinho de mão.

O terceiro homicídio ocorreu na Zona Oeste no Rio, onde Hevelyn Sant’ana Rosa, de 17 anos levou um tiro na cabeça. O crime aconteceu na comunidade Carobinha, em Campo Grande. A suspeita é que o assassinato tenha sido cometido pelo namorado da jovem.

Segundo a Polícia Militar, ela foi encontrada ainda com vida e socorrida em uma UPA da região, mas morreu durante o atendimento. Ainda segundo a polícia, Hevelyn estava em um carro com o suspeito do crime. O veículo foi encontrado, mas o namorado da vítima fugiu.

As Delegacias de Homicídio da Baixada Fluminense e da capital investigam os casos. A Polícia Civil informou que diligências estão em andamento, em busca de informações que ajudem a identificar a esclarecer os assassinatos.