Três pessoas são mortas em ataque na região central de Israel

Forças de segurança israelenses e equipes de emergência trabalham em Elad após ataque

JERUSALÉM (Reuters) - Pelo menos três pessoas morreram em um ataque na cidade de Elad, na região central de Israel, nesta quinta-feira, afirmaram autoridades de saúde.

A polícia afirmou que o incidente, que aconteceu enquanto os israelenses celebravam o dia da independência, parece ser um ataque terrorista, e estabeleceu bloqueios em estradas para tentar capturar os agressores, que aparentemente fugiram do local.

Em um pronunciamento na televisão, o prefeito de Elad pediu que os moradores fiquem em casa enquanto as forças de segurança estejam trabalhando.

O serviço de ambulâncias Magen David Adom afirmou que três pessoas foram mortas e que outras duas ficaram gravemente feridas.

Há uma onda de ataques nas ruas de Israel nas últimas semanas. Antes de Elad, palestinos e membros da minoria árabe de Israel mataram 15 pessoas, incluindo três policiais e um segurança, em ataques em Israel e na Cisjordânia ocupada destinados principalmente a civis.

Israel respondeu fazendo operações e prisões em vilas e cidades palestinas, o que provocou conflitos e levou o número de palestinos mortos pelas forças israelenses desde o início do ano para pelo menos 40. As vítimas incluem membros de grupos militantes armados, agressores solitários e pessoas que apenas estavam nos locais.

(Reportagem de Ari Rabinovitch)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos