Três pessoas são mortas, entre elas um PM, após briga na virada do ano em Arraial do Cabo

Carolina Heringer
·1 minuto de leitura
Reprodução

RIO - A Polícia Civil investiga a morte de três pessoas, logo após a virada do ano, no bairro de Monte Alto, em Arraial do Cabo, Região dos Lagos. Entre as vítimas está um policial militar reformado. Segundo informações da 132ª DP (Arraial do Cabo), as mortes ocorreram após uma briga em um quiosque.

De acordo com as investigações, por volta de 1h30 um casal começou a brigar em um estabelecimento conhecido como Quiosque da Andréa. O PM reformado Marcelo Alves Bezerra, de 37 anos, que estava no local, identificou-se como policial e apartou a confusão. Cerca de 20 minutos depois, dois traficantes foram até o quiosque e atiraram contra o PM.

O PM reagiu e conseguiu balear um dos traficantes, identificado como Éder da Silva Paim Júnior, conhecido como JN. Levado para o Hospital Geral de Arraial do Cabo (HGAC), JN não resistiu. Já o policial acabou morrendo no local. A terceira vítima, identificada como Thiago Goes, estava no bar e foi vítima de bala perdida. O rapaz foi atingido ao tentar proyeger sua namorada e chegou a ser socorrido também para o HGAC, mas não resistiu aos ferimentos.

Éder, apontado pela polícia como um dos autores do disparo contra o policial, era procurado pela polícia. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça pelo crime de tráfico de drogas. De acordo com as investigações, Éder era de Teresópolis e havia se aliado aos traficantes de Arraial do Cabo.

A 132ª DP tenta, agora, identificar o outro traficante que estava com Éder. A perícia foi feita no local ainda de madrugada e foram apreendidos um estojo de munição e cápsulas de arma de fogo.