Três pessoas são vítimas de bala perdida no RJ em menos de 24 horas; duas morreram

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Duas pessoas morreram ao serem atingidas por balas perdidas em diferentes operações policiais na região metropolitana do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (22).

Em Japeri, na Baixada Fluminense, um homem que trabalhava em uma casa de material de construção foi baleado no peito e morreu na hora. Douglas Teixeira da Silva, 26, foi atingido durante uma troca de tiros entre PMs e criminosos.

O funcionário estava indo descarregar um caminhão em uma obra quando foi ferido. O caso foi registrado na 63° Delegacia de Polícia, em Japeri.

A Polícia Militar disse que agentes do Batalhão de Polícia Rodoviária foram alvos de um ataque a tiros por homens armados que estavam em um carro na RJ-125, em Japeri.

Ainda segundo a corporação, os policiais revidaram e houve confronto na região da rua Maria do Carmo.

"Próximo ao local do confronto, posteriormente os agentes encontraram o corpo de um homem, que não teria ligação com o confronto, já em óbito vítima de um disparo de arma de fogo", diz a nota da corporação.

Na operação, de acordo com a PM, um suspeito ficou ferido e outros dois foram presos.

Ainda na Baixada Fluminense, um pedreiro morreu depois de ser atingido dentro de um ônibus quando passava pela região de Gramacho, em Duque de Caxias, por volta das 6h.

Marcelo Granjeiro de Faria, 51, foi baleado no pescoço durante uma ação policial realizada nas comunidades do Dique e do Sapinho.

De acordo com testemunhas, o pedreiro estava a caminho do trabalho e usava a linha de ônibus para fazer o trajeto diariamente. O passageiro não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Segundo a PM, agentes do 15º BPM (Duque de Caxias) atuavam com o objetivo reprimir a prática de roubos de veículos na região. Nas redes sociais, moradores relataram que acordaram assustados com a intensidade dos tiros na região.

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.

Também nesta terça, uma mulher foi ferida por uma bala perdida dentro de casa no Jardim Novo, em Realengo, na zona oeste da capital fluminense. A vítima, ainda não identificada, foi levada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Magalhães Bastos. A Polícia Civil investiga o caso.

A PM afirmou que agentes do 14º BPM (Bangu) atuaram em pelo menos dez comunidades da zona oeste nesta terça-feira contra suspeitos de roubos a veículos e cargas.

Com os casos registrados nesta terça, o Instituto Fogo Cruzado mapeou 91 pessoas atingidas por bala perdida na região metropolitana do Rio de Janeiro em 2022. Do total de vítimas, 25 morreram e as outras 67 ficaram feridas.