Trabalhadores enfrentam fila virtual e nas agências no primeiro dia de Saque Extraordinário do FGTS

·2 min de leitura

Tanto no virtual, quanto no presencial: neste primeiro dia de depósito do Saque Extraordinário do FGTS, trabalhadores enfrentaram demora no atendimento tanto nas plataformas digitais da Caixa, quanto presencialmente nas agências. Nesta quarta-feira, 20, é a vez de 3,9 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro sacarem até R$ 1 mil (veja o calendário no final).

Desde as primeiras horas do dia, quem tentou consultar o saldo através do aplicativo do FGTS enfrentou dificuldades para acessar o sistema da Caixa. Tanto o aplicativo quanto o site do serviço apresentam instabilidade, demoram a carregar o sistema, ou direcionam os usuários para uma "sala de espera virtual", com um horário previsto de atendimento. Nas redes sociais, foram diversas publicações de trabalhadores relatando lentidão nas plataformas ainda na noite de terça-feira, véspera do saque.

Já o aplicativo Caixa Tem — que concentra as contas bancárias abertas em nome dos trabalhadores que receberão o dinheiro — está operando com alguma lentidão.

Procurada, a Caixa informou que os aplicativos Caixa Tem e FGTS operam normalmente nesta quarta-feira, e que em momentos de maior volume de acessos, o usuário pode ser direcionado para uma fila de espera momentânea.

"Ressaltamos que o início do calendário do Saque Extraordinário do FGTS ocasionou um aumento natural na consulta aos serviços relacionados ao Fundo nos últimos dias, o que não comprometeu o funcionamento dos aplicativos", afirmou a Caixa.

Já nas agências, trabalhadores também enfrentavam a já conhecida fila. De acordo com o portal "g1", há registros de demora no atendimento e longas filas em unidades da Caixa em Teresina, no Piauí, na capital paulista, e em Fortaleza e na cidade de Itapipoca, no interior do Ceará, onde trabalhadores chegaram ainda durante a madrugada nas agências. Nas redes sociais, há relatos de filas em unidades do banco no Rio.

Com fila tanto no presencial, quanto nas plataformas online, a "sala de espera virtual" no aplicativo do FGTS virou piada nas redes sociais. Até o metaverso entrou na discussão:

"Caixa é um banco que gosta tanto de fila que levou elas para os aplicativos", escreveu um usuário do Twitter.

"O aplicativo da Caixa tem fila pra acessar, tal qual uma agência de verdade, e a experiência é horripilante, tal qual uma agência de verdade", reclamou outra.

Produtos mais caros:

Até as dez da manhã, mais de 31 milhões de operações já foram realizadas no aplicativo Caixa Tem, por 1,8 milhão de usuários distintos. O balanço foi feito pela Caixa Econômica, que também informou que mais de 2,6 milhões de usuários realizaram consultas no aplicativo do FGTS.

Os saques extraordinários vão ocorrer até 15 de junho. Quem perder a data terá até 15 de dezembro de 2022 para retirar os valores. A medida é uma das ações do pacote do governo para estimular a economia neste ano eleitoral. Quem baixou a nova versão do aplicativo FGTS, já pode consultar o saldo de contas para saber quanto poderá tirar, até o limite estabelecido.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos