Trabalhar em casa pode deixar uma pessoa ainda mais estressada, adverte pesquisa

Foto Rex

Muitos funcionários de escritórios sonham em trabalhar a partir de casa, imaginando uma vida mais tranquila, longe do patrão.

Mas trabalhar em casa pode ser ainda mais estressante do que encarar o dia a dia de um escritório, tornando os funcionários mais propensos à insônia e depressão.

Um novo relatório divulgado pela International Labour Organization (ILO) do Estados Unidos analisou dados de 15 países e descobriu que os funcionários são mais produtivos quando trabalham em escritórios.

Pessoas que trabalham em casa podem acabar trabalhando por mais horas, com mais intensidade e sofrendo interferências constantes.

Os pesquisadores descobriram que os riscos de estresse e insônia variam de acordo com quanto tempo o funcionário passa longe do escritório – mas que todos os funcionários que trabalhavam a partir de casa, também se queixaram dessas duas condições.

Jon Messenger, oficial sênior de pesquisas da OIT, disse: “Trabalhar dois ou três dias seguidos em casa parece ser o limite saudável.”


“Esse relatório mostra que o uso das tecnologias modernas de comunicação facilitam o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal mas, ao mesmo tempo, também confundem uma fronteira anteriormente bem definida, dependendo do local de trabalho e das características de cada função.”

Rob Waugh
Yahoo News UK