Ex-vice de Trump também foi apanhado com documentos secretos em casa

A justiça norte-americana está a investigar o antigo vice-presidente, Mike Pence, depois de terem sido descobertos em sua casa documentos confidenciais da Casa Branca, relativos aos quatro anos que serviu como braço direito de Donald Trump.

O seu advogado, Greg Jacob, sublinha que se tratava de um número reduzido de documentos, levados por engano para a residência pessoal do antigo vice-presidente, e garante que este não tinha conhecimento da sua existência.

Pence, que tem sido associado a uma possível candidatura à presidência em 2024, sempre negou ter em sua posse documentos confidenciais.

O assunto ganhou relevância nos últimos tempos depois da descoberta de documentos marcados como "ultrassecretos" em casa de Joe Biden, relativos ao período em que foi vice-presidente de Barack Obama, e Donald Trump, relativos aos quatro anos em que liderou os destinos norte-americanos.