Trabalho remoto atrapalha o senso de pertencimento na empresa? Executivas de P&G e Sodexo respondem

Erik Paulussi
·1 minuto de leitura

O modelo de trabalho com mais jornadas em casa parece ser uma realidade, mas em como isso impacta na cultura da empresa?

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Neste episódio de Líderes, Juliana Azevedo, presidente da P&G no Brasil, e Andreia Dutra, presidente on-site da Sodexo no Brasil, explicam a importância de ter os valores empresariais fortes e também como a adoção de causas também gera identificação com os funcionários.

PODCAST LÍDERES: OUÇA A CONVERSA COMPLETA AGORA!

Para a presidente da P&G, é muito difícil desenvolver um senso de pertencimento com quem trabalha o tempo todo de casa, especialmente os colaboradores que já entraram na empresa na situação de home office.

Episódios anteriores

Já a presidente on-site da Sodexo concorda, mas acha que quando os valores e princípios são fortes, é possível preparar as lideranças para propagá-los, onde quer que estejam.

Quem é Juliana Azevedo

Juliana Azevedo, presidente da P&G no Brasil (Foto: Divulgação)
Juliana Azevedo, presidente da P&G no Brasil (Foto: Divulgação)

Formada em engenharia industrial pela USP e direito na PUC-SP, Juliana começou como estagiária na P&G em 1996. Já ocupou os cargos de diretora de marketing, de vendas gerente geral de marca global. Assumiu a presidência no Brasil em 2018.

Quem é Andreia Dutra

Andreia Dutra, presidente on-site da Sodexo (Foto: Divulgação)
Andreia Dutra, presidente on-site da Sodexo (Foto: Divulgação)

Formada em nutrição pela Universidade Federal de Pelotas, Andreia tem 17 anos de experiência na área de serviços. Na Sodexo, entrou como diretora executiva de operações, em 2011, e passou pelo cargo de diretora executiva de recursos humanos antes de assumir como presidente on-site da empresa, em 2017.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube