'Tinder' da droga: Traficante é preso usando app de paquera para vender ecstasy

·1 min de leitura
  • Homem foi preso em flagrante ao usar app de relacionamento para vencer entorpecentes

  • Ele comercializava ecstasy em bairros da Zona Sul do Rio de Janeiro

  • Jovem disse que começou a vender a droga para pagar o aluguel

Policiais da 13a DP (Ipanema) prenderam em flagrante um homem acusado de vender drogas por meio de um aplicativo de paquera, na noite desta terça-feira, dia 23. 

Ítalo Antônia Vitória utilizava a plataforma de relacionamento para abordar virtualmente seus clientes e negociar os valores e a entrega de comprimidos de ecstasy em bairros da Zona Sul do Rio. 

De acordo com o delegado Felipe Santoro, titular da 13a DP, o criminoso foi surpreendido ao chegar para entregar dez comprimidos da droga sintética a um turista em um hotel na Avenida Atlântica, em Copacabana. 

Em depoimento, ele contou que compra cada comprimido de ecstasy na comunidade do Pavão-Pavãozinho, no mesmo bairro, por R$ 50 e o revende por R$ 100. Ele afirmou estar fazendo isso há cerca de uma semana para conseguir dinheiro para pagar o aluguel.

Ítalo foi indiciado por tráfico de drogas e encaminhado ao sistema penitenciário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos